Não foram poucas as vezes em que a comunidade aguardou o lançamento da televisão da Apple HDTV e depois, as melhorias que poderiam tornar a empresa da maçã líder na área e ter em sua sala de estar, com o destaque habitual, a nova Apple HDTV. Algumas especulações surgem com a proximidade de uma nova conferência prevista para junho de 2015.

Quando o verão (no hemisfério norte) chegar, parece que as expectativas irão ser atendidas. O relato é de fontes anônimas, que sugerem algumas características para o novo lançamento, já anunciado da nova HDTV Apple. Supostamente, vamos ver o novo e melhorado Apple HDTV neste verão na WWDC (Conferência da Worldwide Developer)

A tecnologia apresentada aponta para mais capacidade de armazenamento flash, a incorporação da funcionalidade siri (que utiliza processamento de linguagem natural para resposta de perguntas, fazer recomendações e, executar ações).

Publicidade
Publicidade

Adicionalmente, o equipamento virá com Microsoft Kinect e a busca por voz da Amazon. Não são poucas novidades que acabam por fazer a espera ter valido a pena.

Um sinal positivo: apenas alguns dias atrás, o The Wall Street Journal informou sobre a possibilidade de a Apple entrar no jogo IPTV por estar trabalhando em um novo serviço de streaming para televisão. O projeto envolve diversas parcerias, tais como: ABC, CBS e Fox. Esta oferta pretende superar a já oferecida pela Sony, com 25 canais. O custo previsto oscila entre 30 e 40 dólares. O cliente poderá acessar o conteúdo que requisitar inclusive no computador e no notebook. Apesar de tudo parecer que vai continuar uma lenda que não sairá dos limites de Cupertino (cidade onde está localizada a Apple), pela primeira vez os rumores são fortes.

Publicidade

Os analistas que prestam atenção nas ações da empresa da maçã, acham que desta vez o jogo é para valer. A empresa da maçã parece ter superado a morte de Jobs e se propõe a mover a bola para frente com o impacto do lançamento da Apple HDTV. Até junho falta pouco tempo, mas muitas pessoas não conseguem segurar a curiosidade. As notícias devem suceder-se até junho chegar.