O Facebook, a rede social mais acessada no mundo, passará a disponibilizar o envio de dinheiro através do Messenger, aplicativo de troca de mensagens entre usuários. Inicialmente, a nova funcionalidade será disponibilizada apenas para os usuários dos Estados Unidos. Para isso, será permitido a vinculação de uma conta bancária com o perfil do usuário. Tão fácil quanto enviar uma mensagem de texto, uma foto ou um emoticon, através do clique de um botão também será possível enviar quantias em dinheiro para os amigos. Na tela do Messenger será adicionado um botão com o símbolo monetário do dólar ($).

Para que haja um controle nas transações, será necessário fornecer um código PIN de segurança, ou ainda, no caso da plataforma para iPhone, o reconhecimento pela digital da Apple, o Touch ID. Todas as transações serão gravadas para consultas futuras. O serviço de envio de dinheiro pela internet não é novidade no mundo tecnológico. Empresas como a chinesa WeChat, conhecida como o Facebook Chinês e a Alipay já disponibilizam o serviço, onde seus milhares de usuários já fazem o envio de dinheiro para amigos através de contas de email.

Nos Estados Unidos alguns serviços semelhantes também já são disponibilizados, entre eles, o popular Venmo, um sistema de pagamento móvel fornecido pela PayPal e o Snapcash, serviço fornecido pela Snapchat. Porém, o Facebook pretende simplificar essa troca, onde não será necessário entrar em outras páginas ou mesmo fechar a tela do bate-papo para fazer a movimentação.



De início, será permitido a troca de dinheiro apenas entre amigos, mas a ideia principal está voltada para as empresas que anunciam no Facebook. Elas poderão fazer a venda de produtos diretamente dos seus perfis e anúncios, o que poderá movimentar milhões de dólares entre anunciantes e seus clientes.



O Messenger do Facebook é o aplicativo de comunicação mais utilizado no mundo, com mais de 500 milhões de usuários em atividade todos os meses. No último ano, a empresa de Mark Zuckerberg adquiriu o WhatsApp, que hoje conta com outros mais de 700 milhões de usuários. Zuckerberg em janeiro disse que espera que juntos, Facebook e WhatsApp, se tornem grandes movimentadoras de dinheiro e que acredita que isso contribuirá para o crescimento da economia atual. #Mídia #Curiosidades