Uma das principais expectativas com relação ao uso da tecnologia aplicada nos dispositivos criados pela proposta das tecnologias vestíveis foi a sua utilização na área médica. Até agora muitos anúncios de lançamentos privilegiaram a área de lazer e entretenimento, que movimenta milhares de dólares diariamente. Mas espera-se que no decorrer do ano de 2015, muitos destes lançamentos sejam aplicáveis de forma mais séria, voltados para a área da saúde. Pesquisadores da Rice desenvolveram e apresentaram para a comunidade um periférico para smartphones denominado Mobilevision que capta, em alta definição, a imagem da parte mais sensível do olho humano.

Publicidade
Publicidade

Ele captura a imagem da 'mácula', a parte mais sensível do olho que é composta por uma alta densidade de fotorreceptores. Pacientes com diabete e outros problemas que levam à degeneração nos olhos, necessitam de exames regulares para detecção de problemas, antes que eles se tornem graves e suas consequências se transformem em uma bola de neve.

Os tratamentos atuais exigem a presença do paciente no consultório e a aplicação de colírio dilatador, para que seja possível obter uma imagem decente. Segundo os pesquisadores da Rice, a maneira mais inteligente de tratamento é não ter que fazer nenhuma destas coisas. O paciente pode ter um acessório ligado ao seu smartphone e deixar a pupila dilatar no escuro em seu próprio tempo. Estas medidas simplificadoras solucionam de forma completa este problema.

Publicidade

O projeto ainda está em fase de protótipo, mas é possível inferir o benefício que os primeiros testes demonstraram poder ocorrer com pacientes em tratamento de problemas crônicos. Para estes pacientes a doença exigia, por exemplo, uma visita mensal aos laboratórios, consultórios ou hospitais. A economia e o fato de poupar deslocamentos para pacientes que podem ter problemas de locomoção já faz valer a divulgação inicial dos pesquisadores da Rice.

Com esta iniciativa e outras que se esperam para um futuro próximo podemos ver rapidamente toda uma nova era de diagnósticos médicos se desdobrar diante de nós e aplicações mais consistentes na área das tecnologias vestíveis.