Especialistas na tarefa de recrutamento de pessoas do Army Experience Center apresentam resultados de seus trabalhos sobre uma mudança de perspectiva na atividade de recrutamento. Os resultados obtidos sugerem uma outra perspectiva que pode ser utilizada no mercado corporativo, diariamente envolvido com a contratação de novos recursos para as organizações, mas com características diferenciadas que lhes deem capacidade de enfrentar o novo em suas atividades diárias e demonstrar a capacidade de serem solucionadores de problemas (o profissional do conhecimento).

Desconsideram-se a apresentação de currículos elaborados, entrevistas que se tornam chatas e que pouco avaliam, tempestades cerebrais para as quais os candidatos não se encontram preparados.

Publicidade
Publicidade

Tudo isto pode ser trocado pela proposta de desenvolver a avaliação do candidato com a utilização de videogames.

Recentemente, a Starfighter lançou um game que somente conseguem dominar, as pessoas que tem aptidão natural para desenvolver atividades de programação de computadores. Este exemplo pode ser seguido para testar competências e habilidades em outras áreas do conhecimento humano.

Outra proposta, da mesma fabricante, propõe que a pessoa se transforme em espião por um dia. Seu #Trabalho pode permitir levantar a capacidade logística e estratégia do candidato. Ele poderá ser recomendado, por exemplo, para um serviço desenvolvido em setor de marketing que exige estas qualidades. Os estrategistas do Army Experience Center consideram que quem consegue um bom desempenho em um videogame dirigido e bem desenvolvido, apresenta maiores possibilidades de resolver problemas similares no mundo real.

Publicidade

O que é medido são competências e habilidades essenciais desejadas no perfil do candidato. Cada uma pode ser testada em uma das fases que um jogo apresenta.

Para as empresas tecnológicas do mercado esta proposta sensibiliza mais e terá a sua utilização explorada no correr deste ano. Pode ser que, para as demais empresas, menos acostumadas a dar valor às tecnologias poderá demorar um pouco mais. Os pesquisadores consideram que, sem sombra de dúvida, esta medida deverá ser tomada por outras empresas do mercado.

A única resistência já diminuída frente a diversos resultados obtidos diz respeito à criação de perfis. A Capco, citada como exemplo em diversas entrevistas diz que esta técnica é utilizada em benefício próprio e que alguns de seus perfis foram retirados diretamente de jogos que eles aplicaram. Ela conseguiu que os seus próprios gerentes de projetos executassem os jogos, para que fossem sendo construídos perfis para comparação com outros jogadores, candidatos a uma vaga de emprego.

Publicidade

A empresa divulga que conseguiu, com utilização desta proposta, localizar indivíduos talentosos, baseados em critérios mais relevantes que um bom aproveitamento escolar. Nem sempre as melhores notas resultam em melhores profissionais. Esta foi uma das conclusões possíveis de obter em testes com universitários. O resultado obtido por alguns Boomers e Millennials chegou a ser surpreendente. Outro grande benefício relatado foi a prevenção da discriminação. A análise foi restrita aos resultados obtidos no jogo.

As competências e habilidades normalmente levantadas nos jogos centram-se em destreza, capacidade de liderança, solução de problemas e planejamento, atividades altamente estratégicas para as empresas que necessitam velocidade de reação com relação às mudanças do mercado.