Dados são recuperados. Dados se transformam em informações não estruturadas. Informações não estruturadas são trabalhadas e se transformam em informações estruturadas. Informações estruturadas são utilizadas pelos setores de tomada de decisão na organização. Pronto! Este é o caminho para o sucesso em um mercado altamente competitivo como ele se apresenta na sociedade contemporânea.

Mas isto não acontece ao acaso. Data Mining, data warehouse, big data, se tornam termos de uso corrente. O resultado final depende de uma implantação adequada de uma cultura voltada para o desenvolvimento de pesquisas, mais comumente denominado "estar ligado" na rede. 

Ter uma cultura estabelecida depende de interfaces de fácil navegação e possibilidades de se entrar nos arquivos, categorizar os dados presentes, atender a regulamentos de segurança e recuperar a informação de forma que ela possa ser útil para os tomadores de decisão.

Publicidade
Publicidade

Estes elementos compõe a inteligência competitiva, antigamente chamada de espionagem industrial.

Uma descoberta é a cessão destas informações para os clientes e parceiros de negócios e aos colaboradores. Além de eliminar qualquer clima de desconfiança interna, elimina-se qualquer tentativa de efetivação da espionagem. O trabalho intelectual não se efetiva necessariamente na captura e armazenamento, mas sim no tratamento da informação, o que pode ser obtido via uma escolha correta dos metadados que vão identificar e caracterizar as informações estruturadas.

Aquilo que você consegue nas redes, qualquer outra pessoa pode conseguir. Categorizar e dar qualidade à informação não estruturada é o grande diferencial. É assim que as organizações conseguem recuperar os dados com utilização de palavras-chave que são relevantes ao tema e ao propósito da consulta.

Publicidade

Esta atividade recebe o nome de "Search in a box - pesquisa em uma caixa" que utiliza a busca semântica em um dispositivo de hardware separado da estrutura de dados de produção com software integrado que permite recuperações especificamente desenvolvidas.

Durante o ano corrente as organizações irão encontrar diversos destes appliances (como eles são mais conhecidos no jargão da informática), alguns poderão contar com diferentes níveis de inteligência artificial, que reconhece o que o usuário quer e pode até redesenhar a informação de acordo um uma estrutura diferenciada. A briga entre a Oracle, SAP, IBM, Google e Microsoft nesta área ainda está no começo e a cada round as organizações podem ganhar melhores condições de trabalho. #Comunicação