Um estudo foi desenvolvido na Universidade de Stanford, por um professor de química, Hongjie Dai, com o objetivo de criar uma bateria para celulares que, além de longa duração, fosse carregável no menor tempo possível. O cientista desenvolveu uma bateria de grafite de alumínio que pode carregar durante um prazo de sessenta segundos. Segundo as declarações do cientista: "A nossa bateria não pegará fogo, mesmo que ela seja furada".

Ao apresentar a sua descoberta, ele afirmou que, apesar de serem os smartphones dispositivos assombrosos, o problema do tempo de vida das baterias e o espaço de tempo necessário para seu carregamento causava um vexame.

Publicidade
Publicidade

Por mais potente que sejam os processadores, por mais completo que seja o software, por maior que seja o número de aplicativos que possam ser desenvolvidos, estes dois pequenos problemas o impediam de considerar um smartphone como uma tecnologia altamente eficiente.

Baterias eficientes, segundo suas palavras: "foram colocadas como o Santo Graal dos dispositivos móveis". Independentemente de qualquer exagero, é inegável a utilidade da descoberta. Uma bateria de alumínio "de carga rápida extrema e que pode ser produzida em escala massiva" tem um valor comercial elevado. Ao substituir as baterias alcalinas e de íon de lítio, que pode explodir com utilização do alumínio nas embalagens, elimina-se o problema, que havia sido parcialmente resolvido por alguns fabricantes, ao desenvolver baterias que em 15 minutos readquiriam 25% de sua carga.

Publicidade

O fato foi considerado uma grande vitória. Enquanto as baterias tradicionais suportam 1.000 ciclos de carga e recarga, as novas baterias desenvolvidas nos laboratórios da Universidade de Stanford, aceitam até 7.500 ciclos de carga e descarga. O invento foi classificado como uma inovação e representa o topo da linha das baterias carregáveis de forma ultrarrápida e ciclo de vida longo. #Mídia

Outro pesquisador, Meng Chang Lin, um pouco menos efusivo, promete novos estudos que aprimorem a descoberta da bateria.