Um novo estudo divulgado recentemente indica que a maioria dos Millennials se envolve com notícias todos os dias, devido a facilidade com que informações correm o mundo pelas "veias abertas" do facebook. Destarte, o conteúdo passa a ser uma das principais preocupações das pessoas que criam grupos de notícias nas redes sociais.

A pesquisa referenciada foi conduzida pelo Media Insight Project, como uma iniciativa do American Press Institute (API) e da Associated Press junto com o Norc Center for Public Affairs Research. Os números obtidos revelam a mudança de costumes dos Millennials e assinalam o longo tempo que eles passam em frente a seus computadores, mais notadamente nas redes sociais e nos grupos de notícias.

Publicidade
Publicidade

69% dos entrevistados disseram dedicar significativa parte de seu tempo para permanecer constantemente informado. 

O Twitter é menos acessado, mas também eles se ligam nos informativos dos jornais, algum dos quais por demora em atualização, acabam sendo deixados de lado. A velocidade da troca de conteúdo é um indicador da qualidade do local e do serviço prestado e os Millennials levam este aspecto em consideração.

Desta maneira alguns varejistas on-line começam a perceber a importância da informação e acabam contratando provedores de conteúdo, invadindo um nicho de mercado antes desenvolvido apenas por redes de notícias e redes sociais. A associação da "marca" com o prestígio de ter se tornado um provedor de notícias ainda é uma face do marketing digital a ser explorada pela inteligência do negócio.

Publicidade

Os links patrocinados disparam pesquisas para todos os lados, buscando saber o que os Millennials querem. A pesquisa indicou um aspecto pouco trabalhado. Esta geração tem maior aproximação com notícias com maior profundidade e nas quais o editor e os produtores colocam opiniões pessoais e procuram utilizar a afetividade para uma maior aproximação. 

Agora é tempo de aproveitar os resultados da pesquisa e mudar um pouco o enfoque de voltar-se apenas para aquilo que os jovens gostam. É importante lembrar que, normalmente, eles têm muito entusiasmo, mas pouco dinheiro (visão utilitária, cuja prática pode ser necessária), e se voltem para aqueles que ainda detém em suas mãos o poder financeiro. #Mídia