Nesta sexta-feira (10) estava previsto o encontro da Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, com o Presidente do Facebook, Mark Zuckerberg.  Aproveitando o evento da sétima edição da Cúpula das Américas, que está ocorrendo no Panamá,  as assessorias das duas partes promoveram uma reunião com foco na ampliação do acesso à #Internet gratuita no Brasil, em áreas remotas e para inclusão da população de baixa renda. Já existe um projeto piloto em Heliópolis, São Paulo, e será o ponto de partida para uma ação maior que será oficialmente anunciada em junho. 

O projeto internet.org, patrocinado pelo jovem executivo,  é audacioso. Foi lançado em 2013 e já está implantado em vários países: Panamá, Quênia, Colômbia, Índia, Zâmbia, Gana, Tanzânia e Guatemala. A missão é juntar líderes de tecnologia, comunidades locais, organizações sem fins lucrativos para conectarem os dois terços do mundo que não possuem acesso à internet. O Facebook deseja ampliar sua presença na América Latina, em que 53% das pessoas não estão online.

O acordo prevê que a infraestrutura física seja de responsabilidade do Facebook e o Brasil fique com a responsabilidade pelo conteúdo. Através de dispositivos móveis os usuários poderão acessar gratuitamente os serviço básicos. Para isso é necessário o envolvimento de operadoras locais de telefonia.  A presidente considera que com esta medida conseguirá ampliar o acesso à saúde, educação, cultura e tecnologia pela população.

Mas afinal, por que existem tantas pessoas sem conexão com a grande rede de informações? os motivos podem ser resumidos em: os dispositivos e planos de serviços são muito caros, as redes móveis são limitadas e distantes um das outras.

Mark já está no Panamá há alguns dias,  visando encontros com governantes latino-americanos. Além do encontro com a Presidente do Brasil, ele pretende ainda conversar com os presidentes do México e da Argentina para envolvimento no programa.  O programa internet.org já permitiu que 7 milhões de pessoas nos países em desenvolvimentos acessem a internet.

A tecnologia e mais precisamente o acesso, através da internet, pode ser capaz de transformar a população. O objetivo é disponibilizar o acesso à informação para que pessoas possam utilizar da melhor maneira possível, sem custo, seja na realização de seus negócios, seja em seus interesses pessoais.