Em um comunicado de imprensa divulgado ontem (31), a empresa norte-americana Google informou, que em parceria com a taiwanesa Asus, vai lançar um pequeno aparelho que vai transformar televisões em computadores. O nome do novo dispositivo é Chromebit e deve chegar ao mercado com um preço acessível a todos consumidores.

Ainda segundo as informações, o aparelho deve ser lançado ainda este ano. De acordo com as empresas, o Chromebit é "menor do que uma barra de chocolate" e vai custar aproximadamente US$ 100. A Google diz que para usar o dispositivo é só colocá-lo em uma entrada HDMI em qualquer monitor. O aparelho vai servir como um complemento da área de trabalho. O público-alvo da invenção são as empresas e as escolas, conforme diz o comunicado.

Essas foram as únicas informações divulgadas sobre a nova tecnologia que a marca vai lançar. Ainda, junto com as informações, a empresa aproveitou para anunciar uma linha de notebooks de baixo custo, com preços a partir de US$ 149. Os "chromebooks" vão ser feitos com empresas chinesas, como a Haier e Hisense.

Primeiro de Abril

No dia 1° de abril, a Google é uma das principais empresas que fazem diversas brincadeiras, principalmente usando o site de buscas, o mais famoso da marca. Este ano não poderia ser diferente, a marca dessa vez se inspirou em games e em uma página ao contrário.

Todas as brincadeiras você pode conferir. Na primeira delas, a empresa fez um site com domínio próprio. Isso tudo para fazer você procurar em uma página do Google ao contrário. Para acessar e tentar fazer alguma busca no site, você precisa apenas digitar o domínio do site invertido.

A outra pegadinha do dia foi inspirada em um jogo clássico: o Pac-Man. Quem for usar o serviço de mapas da empresa, no Google Maps vai poder escolher uma rua para se divertir com o famoso personagem. O objetivo do jogo é o mesmo do original, o personagem deve comer todos os pontos sem ser pego pelos fantasmas. Ao entrar no Google Maps hoje (1), um ícone vai aparecer na parte inferior do canto esquerdo da tela.

#Negócios #Inovação