Os resultados apresentados e recentemente divulgados pela Tvameva Solutions, podem ser utilizados como exemplo para as mulheres brasileiras e para escolas de administração que ainda são dominadas pelo sexo masculino, em número de alunos em todas as suas salas de aula. Suas fundadoras revelam um perfil empreendedor que causa inveja quando os resultados são divulgados.

A união de mulheres que tinham suas vidas resolvidas, na visão masculina de que casa, comida, roupa lavada e um marido são suficientes, dão um novo exemplo de como esta situação pode ser revertida, sem que se pegue em armas, nem se armem artimanhas familiares, às ocultas, como algumas novelas querem sugerir.

Publicidade
Publicidade

Antes de citar o exemplo é importante saber que 36% das mulheres indianas se retiram do #Trabalho para atender demandas familiares. Deste número, 91% querem voltar ao trabalho, quando esta demanda por seus cuidados cessa. Todas elas, sem exceção, encontram menores ou maiores dificuldades, mas encontram dificuldades em voltar para alguma carreira depois de alguns anos de pausa.

Dentre estas mulheres o exemplo de superação cabe a três mulheres indianas que, depois de criarem carreira, a abandonarem e tentarem voltar, resolveram inovar e trabalhar por conta própria. Meeta Jamkhedkar, Srividya Raman, e Arunanjali Maria iniciaram um trabalho de montagem de equipes de vendas de call center onde trabalham aproximadamente 200 mulheres que, por se encontrarem em posição semelhante, procuraram a empresa criada por estas empreendedoras.

Publicidade

A felicidade das mulheres que desenvolvem seus trabalhos com esta equipe tem início na igualdade de tratamento, que existe em todos os níveis de trabalho e em todas as relações mantidas entre as participantes do projeto. A colaboração substitui a competição por cargos de chefia, declara Jamkhedkar. A primeira expansão foi a filial criada em Hong Kong.

Perde significado o questionamento: porque estas mulheres se preocupam em buscar novas colocações depois de tanto tempo fora do mercado? A resposta é dada por Jamkhedkar quando ela declara que quando aprendemos a dirigir um carro, isto se torna algo que nunca esquecemos. Este é o preparo que as mulheres recebem. A diretora considera que é importante a admissão de homens no trabalho. Ao abrir uma empresa autossustentável e que apresenta resultados financeiros, totalmente dirigida por mulheres, estas mulheres quebraram paradigmas. Todas as mulheres ganhariam se estiverem dispostas a conversar com as três executivas. Elas não se furtam a receber informações, que são respondidas em tempo útil.