As filmagens com iPhone são extremamente baratas e a qualidade pode ser equivalente à dos filmes convencionais. Premiado no Festival de Sundance, um dos mais conceituados festivais de #Cinema do mundo, Tangerine é um longa metragem inteiramente filmado por iPhone. Já haviam sido produzidos outros longas com iPhone, mas nenhum tinha sido ainda premiado num festival. A produção de um filme com um celular é baratíssima e abre oportunidade. Os aparelhos atuais tem versões até para filmagens subaquáticas.

O início

As primeiras imagens de seu rosto no espelho das águas encantou o homem e deve ter sido um deleite ver aquela perfeição de cores e fidelidade a beira de um lago de águas calmas ou, mesmo, ao debruçar-se sobre uma vasilha com água.

Publicidade
Publicidade

A perfeição deste espelho natural deu ao homem um ponto de partida de alta qualidade e a noção de real e imagem.

As pinturas rupestres e as pedras, com formas que reproduziam imagens identificáveis, foram o segundo ato da escalada rumo à perfeição. Desenhos dos mais variados, cerâmica, escultura, foram o passo seguinte.

A tapeçaria, a pintura em placas, em todo tipo de superfície e depois em telas, primeiro de imagens rudimentares, depois de paisagens e pessoas, com imagens cada vez mais perfeitas, chegaram ao ponto em que uma paisagem real era reproduzida como uma foto e as pessoas eram "fotografadas" com pincéis e telas. A pintura auxiliou muito a reconstituição dos costumes e ambientes.

Tecnologia

Depois, com a fotografia, pudemos registrar o passado com mais fidelidade.

Publicidade

O filme nos permitiu ver em movimento as ações e acontecimentos. A TV permitiu transmitir cada vez mais longe as imagens.

Com as máquinas fotográfica pessoais, passamos a registrar nosso quotidiano. O vídeo propiciou a gravação de forma cada vez mais barata. Com as filmadoras super 8 e depois com as câmeras de vídeos pessoais, podíamos ter cenas nossas, da família.

Com a câmera fotográfica digital e o celular, podemos fotografar sem filme. O Youtube, redes sociais, aplicativos e câmeras dos celulares, nos ensejam a produzir e publicar o que quisermos.

Podemos produzir filmes de tão boa qualidade quanto aqueles que admirávamos e nem sonhávamos em realizar. É a tecnologia abrindo portais que nem Isac Asimov ousaria imaginar. #Inovação #Mídia