Decorreu um tempo até que membros do Conselho de Direitos Humanos da Nações Unidas dessem um importante passo nos esforços globais de proteção da privacidade em geral. O relatório final divulgado em Genebra em 26 de março de 2015 apresenta as ações a serem tomadas. Veja no que isto pode lhe ajudar. Divulgue para seus amigos. A importância da notícia para quem estava preocupado com a privacidade na rede justifica.

Olhar para quem te olha. Esta é a preocupação da nova medida do HRW - Human Rights Watch, como colocado por sua diretora de assuntos globais, Eileen Donahoe: "nossa esperança é que essa resolução do conselho de direitos humanos marque o início de uma resposta séria, em nível global, à vigilância em massa e seus efeitos".

Publicidade
Publicidade

Histórias de ficção já deixaram muitas pessoas preocupadas. Uma das obras que sobrevive ao tempo (1984 de George Orwell) já alertou, tempos atrás, sobre os perigos da sociedade do grande irmão.

O conselho aprovou, por unanimidade, a nomeação de um novo relator especial das Nações Unidas sobre o direito à privacidade. A notícia ainda não permite que as pessoas saiam por aí considerando que, finalmente, o trabalho conjunto entre Brasil e Alemanha (é bom alertar antes que o partido dos tolos requeira a paternidade única do projeto) rendeu frutos. Merckel, a presidente alemã, foi participante ativa.

Considerando a importância que a grande rede tem para muitas pessoas, que a transformaram em seu escritório de trabalho, o seu shopping center e o repositório de seus dados financeiros, a notícia é importante.

Publicidade

Ainda que ela não venha a produzir resultados imediatos, a preocupação tida com o fato, deixa os navegantes um pouco mais tranquilos, mas ainda um pouco inseguros.

O comunicado destaca que a privacidade é um direito básico e que burlar este direito equivale a burlar quase todos os demais direitos humanos. A liberdade de reunião e de associação foram colocados como os direitos que podem ser frontalmente ignorados com a vigilância do "grande irmão" providenciada com finalidades ideológicas, fazendo com que a rede se transforme em ferramenta nas mãos do poder dominante. Se você era uma das pessoas interessadas no assunto fique atento, novas medidas virão na esteira do comunicado oficial. #Comunicação #Mídia