A boa notícia vem da Polônia, onde cientistas conseguiram utilizar as pedras vulcânicas para criar novo material extremamente resistente. É uma #Inovação que promete e deixa as pessoas esperançosas de que estes materiais permitam a construção de casas resistentes a um custo menor.

Os pesquisadores desenvolveram o projeto na Universidade de Tecnologia da Cracóvia e com estas pedras vulcânicas conseguiram criar um material altamente isolante e resistente que, segundo suas informações, poderá ser utilizado como substituto de materiais de construção tradicionais, com a vantagem de um custo menor.

Ela foi desenvolvida a partir de tufos vulcânicos, compostos de cinzas vulcânicas consolidadas.

Publicidade
Publicidade

Este material foi misturado com outros componentes químicos, tais como soluções alcalinas e outros. O material resultante é, de acordo com a descrição dos pesquisadores, um material geopolimérico inorgânico, quase tão duro como o granito, outra das rochas vulcânicas.

Janusz Mikula, o líder do projeto, destaca que: "a capacidade do material suportar o calor é o que o torna diferente de outros geopolímeros disponíveis no mercado". Ele sugere imaginar um incêndio em uma casa construída com estes materiais e relata que, quando a temperatura atinge 800 ou 900 graus célsius, materiais normais perdem a força, o que não acontece com este novo geopolímero que, ao contrário segundo o que diz Mikula: "o material de construção da casa, ao invés de rachar, como acontece com os materiais tradicionais, irá ter a sua força aumentada".

Publicidade

Os cientistas envolvidos declaram que com esta propriedade, o material poderia ser utilizado como substituto dos materiais de construção tradicionais, além de outros usos já imaginados e outros que ainda estão na dependência da criatividade de outros cientistas para serem criados. As possibilidades estão em aberto.

Uma primeira nova aplicação é sugerida pelos descobridores da nova tecnologia: sua utilização como substituto da espuma de poliestireno utilizadas em isolamentos. Outra vantagem descoberta. Sua estrutura porosa é incomum e ele pode "respirar", ou seja, absorve água, regula a umidade e ainda absorve odores. A partir desta última qualidade ele se torna um revestimento apropriado para metais e até para cobertura de elementos de naves espaciais que são exigidos por altas temperaturas.

Assim vida longa aos vulcões, mais especificamente para aqueles cujas erupções não envolvem a perda de vidas humanas como recentemente aconteceu na proximidade de Santiago com o Calbuco Volcano. Estas novas descobertas permitem comprovar, a todo momento que o homem tem condições de reverter condições climáticas e financeiras em benefício próprio. Mas, em muitas ocasiões" estas descobertas acabam sendo utilizadas com outras finalidades do que aquelas que permitem uma utilização mais voltada para o bem-estar humano. #Natureza