Nesta terça-feira, 28, em um trio de conferências de imprensa em Nova York, Londres e São Paulo, a Motorola anunciou grandes atualizações para sua linha de smartphones Android. Tanto o produto principal, Moto X, e o mais barato, Moto G, receberam uma revisão - a primeira desde que a Motorola foi vendida pela Google para a Lenovo, em outubro de 2014. Existem agora três celulares: o Moto X Style, o Moto X Play e o Moto G; modelos acessíveis para todos os bolsos.

Estes novos modelos foram pensados para as pessoas que pagam o próprio celular por inteiro e não com planos telefônicos. "Entregaremos grandes experiências para nossos clientes a um preço que não quebrará o banco", afirmou o presidente da Motorola, Rick Osterloh, à Associated Press.

Publicidade
Publicidade

O novo Moto X Style - que será vendido apenas nos EUA - é maior do que o Moto X lançado no ano passado e todas as suas especificações foram incrementadas. A tela grande e brilhante tem 5,7 polegadas e resolução QuadHD. Possui molduras finas para que o telefone não fique do mesmo tamanho de um tablet. As extremidades curvadas também ajudam a manter a aparentar que o telefone não é muito grande. O novo modelo é muito maior e muito mais ousado do que o Moto X do ano passado. O carregamento turbo é outra característica inovadora, mas o principal detalhe é a câmera. A câmera do Moto X do ano passado não estava nem perto de competir com a do iPhone 6 e do Galaxy S5, os outros telefones high-end do ano passado. Com as novas atualizações, o Moto X Style passou de uma câmera de 13 megapixels com um anel faux ring flash para uma câmara de 21 megapixels com um flash menor sentado logo abaixo da lente.

Publicidade

Pelo que a Motorola mostrou em sua conferência de imprensa, a câmera parece um grande passo. As imagens nítidas e com boas cores em qualquer tipo de condição e iluminação  serão o últimos testes pelo qual poderemos dizer se o Moto X Style é ou não um ótimo produto. Mas há também uma segunda versão do Moto X, o Moto X Play. Tem a mesma câmera de 21 megapixels e flash LED duplo, mas com um menor display full HD, 5.5 polegadas.  A Motorola também diz que o Moto X Play pode atingir um total de dois dias de uso da bateria sem carregar.

O Moto X foi originalmente concebido enquanto a Motorola Mobility era propriedade do Google. De acordo com o presidente, Rick Osterloh Motorola, as vendas aumentaram 118% no ano passado. #Inovação #Android