E finalmente foi apresentado nessa terça-feira pelo vice presidente internacional da empresa, Hugo Barra, o Redmi 2, smartphone mediano com suporte para dois chips 4g que custará apenas R$ 500 reais. Com a entrada no mercado a tendência é que agora os preços da concorrência também caiam, já que a Xiaomi resolveu adotar uma política de preços mais agressivos, ou seja, visando conquistar mercado por meio de valores mais “populares”.

Só pra se ter uma ideia, modelos parecidos não custam hoje menos de R$ 700, como é o caso do Moto X da Motorola. Entretanto, para conseguir baixar os preços, por enquanto as vendas de smartphones e produtos da marca só estarão disponíveis pela loja oficial na internet.

Publicidade
Publicidade

Como efeito imediato a Asus, outra que tenta alavancar suas vendas por aqui, baixou o preço de seus smartphones em uma promoção que chamou de “Chega de MIMIMI”, oferecendo descontos em todos os modelos de Zenfones nesta quinta-feira(30). Os descontos chegam a R$ 200.

Um link será divulgado na página do facebook da empresa para quem estiver interessado. Mesmo sendo uma promoção temporária a tendência é de termos quedas nos valores dos chamados smartphones de entrada. Além do Redmi 2 a Xiaomi divulgou também que irá vender por aqui a Mi Band, sua smartband por apensas R$ 95 e um carregador externo a Mi Power Bank, por R$ 100.

Relembre abaixo um pouco mais sobre o Redmi 2 e os outros produtos que serão vendidos aqui pela Xiaomi.

Redmi 2

O Xiaomi Redmi 2 é um smartphone #Android com tela de 4.7 polegadas e resolução de 1280x720 pixel.

Publicidade

A memória interna é de 8 GB com a possibilidade de expansão. Câmera de 8 megapixels e espessura de 9.2 milímetros, conta ainda com processador de 1.2 GHZ Quad-core e memória Ram de 1gb. Veja na gelaria algumas imagens do aparelho.

Preço no Brasil: R$ 500.

Mi Band. A pulseira inteligente.

Pulseira que monitora suas atividades físicas e cotidianas, além de monitorar o sono. Outra funcionalidade interessante é a possibilidade de bloquear rapidamente seu smartphone, sem necessariamente ser um smartphone da Xiaomi. O preço é de R$ 95, mas a Xiaomi já avisou que estará disponível somente nas próximas semanas, podendo ser substituída futuramente por outra tecnologia mais avançada.

Mi Power Bank.

Carregador portátil. Tendo 10400 mAH pode ser utilizado por praticamente qualquer dispositivo do mercado e possui porta USB e Micro-USB. Além disso o aparelho evita qualquer tipo de sobrecarga nos aparelhos que estão sendo carregado. O preço por aqui será de R$ 100. #Inovação