A Gol Linhas Aéreas, segunda maior companhia aérea brasileira, anunciou com pompa e circunstâncias no início de 2015 que passará a oferecer #Internet wi-fi a bordo via satélite em 2016. Como era de se esperar, o anúncio repercutiu na imprensa nacional, especialmente pelo pioneirismo do serviço: será a primeira empresa da América do Sul a oferecer navegação na rede mundial de computadores aos clientes durante o voo. 

Na edição de agosto de sua revista, a companhia não só reforçou a promessa como deu detalhes da operação. Em parceria com a empresa americana Gogo, uma das maiores fornecedoras de soluções em conectividade e entretenimento a bordo, a empresa oferecerá também uma programação exclusiva por meio de streaming (transmissão de dados) com TV ao vivo, filmes, músicas, jogos, conteúdo infantil, dentre outros. 

Primeira companhia aérea fora da América do Norte a oferecer TV via dispositivos móveis

A frota de 140 aviões da companhia receberá receptores de sinal via satélite e roteadores, num esforço operacional que deve durar cerca de três anos.

Publicidade
Publicidade

De acordo com Michael Small, presidente da Gogo, parceira da Gol nesta operação, a empresa será a primeira a oferecer TV ao vivo via smartphones, notebooks e tablets fora da América do Norte. Para isso, o passageiro precisará somente configurar se aparelho para operar no modo avião e fazer login na plataforma.

Para a gerente de produtos da Gol, Carolina Trancucci, a empresa sai na frente ao se adaptar às novas demandas por experiência digital dos consumidores - a cobertura da America Airlines, por exemplo, não ultrapassa 160 km da fronteira dos Estados Unidos. "Estamos sempre investindo em tecnologias que superem as expectativas de nossos clientes", comenta a executiva. 

Com este serviço, que será pago à parte via cartão de crédito, a Gol reforça sua imagem de inovadora no mercado da aviação comercial no Brasil. Enquanto isso, todas as outras companhias aéreas brasileiras ainda orientam seus passageiros a desligarem todos os aparelhos eletrônicos, incluindo celulares em modo avião, durante os voos.

Publicidade