Nesta terça-feira (15), o número 1 da maior rede social do mundo, Mark Zuckerberg, anunciou, em entrevista coletiva, que o Facebook, finalmente, terá o "botão mais polêmico da história", "Deslike", ou seja, se um usuário não gostar de um post, poderá dar o seu "não curtir".

Mas, de acordo com o portal R7, o chefão do Facebook afirma que o botão deverá ser usado em situações tristes, como a morte de alguém ou algo semelhante. Ele citou como exemplo as postagens sobre os refugiados na Síria, que dar uma curtida não é muito confortável.

Também em caso de morte, de familiares, principalmente, não seria muito correto dar uma curtida, mas sim, dar um "Deslike".

Publicidade
Publicidade

Segundo ele, seria mais combinável, como um sinal de luto, uma "curtida" de tristeza pela perda do ente-querido. A equipe do Facebook alega que têm recebido inúmeros pedidos pelo "Deslike" há muto tempo, o que levou Zuckerberg a criar o novo botão, que promete gerar muita polêmica.

De acordo com o site MSN, a grande polêmica que pode ser gerada pelo novo botão do Facebook seria pelo fato de que os usuários o usariam para não apoiar as postagens que não os agradam, causando, assim, uma "Terceira Guerra Mundial" na maior rede social do mundo. Entretanto, a equipe do Facebook garante que esse botão dará somente a opção de uma manifestação negativa para os usuários, e não uma manifestação ofensiva e agressiva, como muitos estão pensando.

Mesmo com toda essa polêmica, o fundador do Facebook garantiu aos seus usuários que o "botão com o dedinho para baixo" logo entrará em testes na rede social, pois ele está quase pronto para uso. A notícia foi anunciada durante o evento Q&A ("Question and Answer"), que significa "perguntas e respostas" em inglês.

Publicidade

Mark Zuckerberg aproveitou a oportunidade para lançar o botão e dar suas explicações sobre o motivo de aprová-lo.

Além dessa novidade, o Facebook terá outras novidades em breve, sobretudo, para as pessoas que fazem vídeos, que, logo em breve, poderão monetizar seu conteúdo dentro da maior rede social do mundo. #Curiosidades #Internet #Blasting News Brasil