A poluição atmosférica compromete gravemente a saúde das pessoas e com isso a inteira economia global, fazendo com que muitos pesquisadores e políticos pensem em aparatos tecnológicos, políticas ambientais, grandes investimentos financeiros e promovam o engajamento ativo de outros cidadãos para coibir este mal. Foi exatamente isto que um pesquisador holandês fez para evitar a poluição atmosférica, inaugurando a sua descoberta no início de setembro de 2015 em Roterdã, na Holanda. 

As fábricas não poderão ser fechadas, os aviões e os automóveis não pararão de se locomover, somente para se “evitar” poluir a atmosfera, por exemplo, ou seja, a solução não é assim tão simplista.

Publicidade
Publicidade

Pelo contrário, se faz necessário à criação e a adoção de medidas muito mais vastas e organizadas por toda a sociedade e governos, tais como:

  • Colocação nas fábricas de catalisadores que retém os gases prejudiciais das produções industriais;
  • Uso de tecnologias diferentes, reduzindo o consumo de energia ou de tecnologias “limpas”;
  • Acrescentar nos automóveis novos, filtros para a diminuição de gases que contenham chumbo, enxofre e CO2;
  • Inspeções regulares nas frotas automotivas no que diz respeito a poluição da atmosfera e também sonora;
  • Troca de determinados agentes químicos perigosos nas indústrias, os quais destroem a camada do ozônio.

Antenado ao contexto problemático que o mundo passa no enfrentamento da poluição, já que estudos recentes revelaram que o ar carregado de poluentes, pode provocar a morte precoce de 6,6 milhões de pessoas/ano até 2050, o desenhista da Holanda, Daan Roosegaarde, projetou um hiper-purificador de ar com um pouco mais de 7 metros de altura, o qual auxilia na limpeza da atmosfera e ainda produz joias no final da cadeia.

Publicidade

Foram transcorridos 3 anos da pesquisa com a criação do protótipo batizado de Smog Free Tower (Torre Livre de Poluição). O aparato começou a funcionar em setembro na cidade portuária de Roterdã, foi instalado em um parque da região. A torre já se mostrou capaz de limpar um volume superior a 30.000 metros cúbicos de ar/hora.

Roosegaard abordou e explicou um pouco mais a sua invenção recentemente para os seus compatriotas, dizendo ele: "uma única torre operando durante todo o dia, será capaz de limpar um bairro pequeno."Isto é, a tecnologia se utiliza de filtros iônicos, atraindo e capturando as micro-partículas de agentes poluidores e simultaneamente libera o ar puro lateralmente na torre. As partículas delgadas de carbono aprisionadas pela torre são condensadas, criando-se diminutas pedras preciosas, que podem ser incrustadas em joias, como os anéis.

A partir de agora, Roosegaard e sua equipe querem contribuir para um futuro mais limpo, buscando o suporte de governos, segmentos da área de tecnologia limpa e ONGs.

Publicidade

Mediante arrecadações, esses mesmos pesquisadores têm por objetivo a instalação de mais modelos da torre em cidades notoriamente poluídas como Pequim, Paris, Cidade do México entre outras.

#Curiosidades #Sustentabilidade #Mudança do Clima