As vendas nas lojas de equipamentos eletrônicos foram impulsionadas por uma nova revolução no mundo dos televisores. São as TVs Ultra HD com resolução 4 vezes maior (3840 x 2160 pixels) do que as FULL HD (1920 x 1080 pixels).

Não há nenhuma razão que não a emocional para fazer uma compra destas. Abaixo, confira 5 razões para que você não compre uma tão cedo!

1 - Não há conteúdo disponível em 4K

Simplesmente não existe! Blu-rays, DVDs, Netflix nada disso disponibiliza verdadeiramente conteúdo em 4K. E os jogos de última geração? Xbox One e Sony PS4? A resposta é um sonoro NÃO também!

Na verdade, nem os estúdios de Hollywood sinalizaram em definitivo que usarão o formato 4K.

Publicidade
Publicidade

Os projetores de cinema atuais usam na sua grande maioria a resolução de 2K (2048 x 1080 px).

2 - Uma TV 4K exibe imagem FULL HD pior que uma TV FULL HD

Hoje e por um bom tempo a realidade é o padrão HD (1280 x 720 px) e FULL HD. Para estes, há Blu-Rays, canais por assinatura e streamming pela Internet em abundância. Como estes são os formatos realmente utilizados, todas TVs de resolução maior são equipadas com processadores gráficos e algoritmos capazes de realizar um processo conhecido com upscaling.

A idéia é tão simples quanto preencher toda a tela da TV, para que os usuários não assistam na maior parte do tempo uma imagem pequenina por falta de resolução. O processo consiste em ampliar cada quadro, utilizando a inteligência para "inventar" os pixels que não existem na imagem original.

Publicidade

Os algoritmos utilizados hoje em dia são muito bons, mas o fato de criar informação onde não existia, baseando-se no contexto geral da cena, inevitavelmente impõe alguma perda de qualidade. Isto não acontece se estivermos assistindo a mesma imagem numa #Televisão com sua resolução nativa. Neste caso, o processo é desnecessário e a informação para cobrir toda a tela já está ali, desde sua fonte original. 

Uma comparação grosseira e tecnicamente questionável, mas que ajuda a entender este conceito: assista um canal não HD em uma TV FULL HD. Claramente você percebe uma qualidade de imagem bem inferior, não só quando comparada aos canais de alta definição, mas também, para quem lembrar, é claro, às imagens que existiam nos televisores analógicos que possuíam resolução semelhante. Apesar da falta de detalhes, não era tão ruim assim.

3 - Você paga mais caro

Este é simples. São mais caras, apesar da grande queda de preço e do significativo aumento na demanda. Sugestão: aproveite as promoções e compre uma TV FULL HD maior ou de uma marca melhor! 

4 - A diferença de FULL HD para 4K não é gritante

Diferentemente de quando saímos do mundo de resolução padrão (720x480) para o mundo de alta definição, a diferença agora não é tão gritante.

Publicidade

No primeiro caso, o vendedor nem precisava falar nada, bastava olhar para uma imagem ao lado da outra e não precisávamos de muitos argumentos. Agora não, você assiste uma imagem FULL HD e olha uma imagem em 4K e precisa ser muito detalhista para perceber as diferenças.

5 - A distribuição de material 4K ainda é inviável

Se for levado em consideração as redes hoje estruturadas ao redor do mundo, a distribuição de conteúdo 4K é inviável. E isto não é um privilégio do Brasil, é a realidade de todos países do mundo. No caso da difusão de sinais via satélite, pior ainda! Portanto, compre uma boa televisão FULL HD e você estará satisfeito por bastante tempo ainda. #Curiosidades #Blasting News Brasil