Abrir um site como brincadeira e passar a ganhar milhares de reais por mês, falando de moda a partir de um ponto de vista bem pessoal: é assim que começou a maioria dos blogs relacionados a moda e comportamento. É impossível falar de #Moda e #Internet hoje sem passar pelas blogueiras.

Meninas jovens, desconhecidas e com endereços na internet, onde mostram os looks do dia, acabaram virando sub-celebridades e faturando bem alto. O blog 'Garotas Estúpidas', de Camila Coutinho, é um caso de sucesso. Aos 26 anos, Camila transformou uma brincadeira entre amigas em um negócio altamente rentável.

Seu blog hoje alcança a marca de 6 milhões de acessos únicos por mês e é considerado o 5° endereço de moda mais influente da internet. Ela ainda tem mais 1 milhão e meio de seguidores no Instagram, mais de meio milhão no Facebook e mais de duzentos mil inscritos em seu canal no Youtube.

Publicidade
Publicidade

A chegada dessas blogueiras não foi um fenômeno planejado. Com a democratização da informação, elas atingiram a audiência de uma maneira nunca antes vista. Um exemplo disso, é a blogueira Helena Bordon. Ela passou a ter centena de milhares de seguidores não apenas mostrando o próprio estilo, mas contando uma história em torno disso, sobre o que a inspira.

Por onde ela viaja e como se monta os looks, gera-se muito engajamento em torno desse tipo de conteúdo.

Mas o que elas têm que atraem tantas seguidoras?

Na verdade, as blogueiras ocuparam um grande déficit que existia no mercado da moda. Elas começaram a falar com uma linguagem mais direta ao público, colocando-se no mesmo patamar de suas leitoras. As revistas de moda foram perdendo o gosto do público por sempre trazer uma linguagem em um patamar superior as suas leitoras.

Publicidade

E foi nessa brecha que as blogueiras ganharam espaço, falando de uma forma simples, objetiva e com detalhes. Especula-se que uma blogueira famosa hoje cobra em torno de 100 mil reais para cobrir uma campanha e montar todo o projeto. Mas nem tudo são um mar de rosas. Recentemente, a união bombástica entre blogs e marcas virou notícia. Isso porque, algumas blogueiras recebiam dinheiro para anunciar produtos, sem avisar os leitores que aquilo era uma propaganda.

A denúncia foi formalizada pelo Conar (Conselho Nacional de Auto Regulamentação), que é um conselho que protege o consumidor em vários aspectos, entre eles, a transparência dos veículos de comunicação que atingem milhares de pessoas. A moda é o setor de produtos que mais cresce as vendas pela internet. De todo o mercado e-commerce, o setor representa 17% do faturamento. #Famosos