A Capcom encerrou na madrugada do último dia 21 de Dezembro o terceiro e último período de Beta antes do lançamento de Street Fighter V, cuja previsão de lançamento é para o dia 16 de Fevereiro, tanto para o Playstation 4, como para PCs. Uma versão para Linux também foi confirmada, em data a ser definida.

Entre mudanças significativas nos combos de alguns personagens e problemas com o netcode de alguns jogadores, o último teste conseguiu animar o público para sua versão final.

Este também foi o único beta em que jogadores que não compraram o game na pré-venda puderam ter acesso. Alguns dos usuários ganharam um código extra, que pôde ser utilizado por jogadores que não tinham o jogo, oferecendo uma pequena amostra do que terão no futuro.

Publicidade
Publicidade

Balanceamento, Hitbox e Netcode

Tal como aconteceu nos stress tests antes de cada beta, mudanças significativas foram sentidas nos personagens disponibilizados em ocasiões anteriores. Nash e Ken estiveram entre as mudanças mais expressivas, enquanto pequenos detalhes foram alterados em Ryu e Chun-li.

Quanto aos personagens novos no período de testes, Laura e Zangief foram os personagens mais "polêmicos". Enquanto a lutadora do Matsuda Jiu-Jitsu foi considerada desbalanceada em suas sequências de golpes, sobretudo, no uso do Step Kick, Zangief dividiu opiniões quanto a ausência de alguns golpes (especialmente o Green Hand, presente desde sua primeira aparição na série), e o alcance de seus agarrões, muito maiores do que qualquer versão anterior.

As novas características do gigante russo dividiram opiniões principalmente entre figuras conhecidas no cenário competitivo, como o narrador James Chen: 

"Zangief como ele está pode ser justo nos níveis MUITO altos.

Publicidade

Mas qualquer coisa REMOTAMENTE mais baixa, ele é o matador de scrub. Ele vai fazer as pessoas desistirem de SFV", diz.

Mas o principal problema encontrado pelos jogadores foram nas hitboxes. Diversos jogadores profissionais mostraram as falhas no alcance de golpes simples, algo que desequilibra facilmente qualquer luta, mesmo entre os jogadores mais casuais. Veja as opiniões de jogadores como Keoma Pacheco e Ryan "FilipinoChamp" Ramirez.

Para quem não está habituado com os termos, "hitboxes" são áreas demarcadas ao redor dos personagens que determinam quais pontos são efetivamente acertados em seus ataques, ou onde recebem dano. Ter o conhecimento claro das hitboxes permite elaborar estratégias mais conscientes e criar combos mais sólidos.

Por fim, o Netcode do game apresentou instabilidades expressivas durante o período de beta, com determinadas regiões apresentando um bom desempenho para ambos os jogadores, enquanto outras apresentavam lags que impediam uma partida equilibrada. 

O Diretor de Batalha do game, Peter "Combofiend" Rosas, ressaltou em seu twitter que o game ainda está passando por ajustes, e que a versão final de Street Fighter V estará bem diferente do beta atual.

Publicidade

Sangue novo para a série

Apesar dos detalhes um tanto complicados, o saldo no final foi muito positivo para o período de beta. Os problemas levantados pelos jogadores sem dúvida serão acertados para o lançamento do game, visando os objetivos da Capcom em transformá-lo num eSport propriamente dito.

Com um ritmo de jogo mais simples e até mesmo mais ofensivo do que seu antecessor, Street Fighter V pode trazer um nível competitivo mais alto nos próximos anos, se juntando a outros games de peso atualmente, como Mortal Kombat X, Killer Instinct, e Guilty Gear Xrd. #Entretenimento #Inovação #Jogos