Em sua última Nintendo Direct dedicada a Smash Bros., Masahiro Sakurai apresentou logo de cara o personagem Corrin, de Fire Emblem: Fates. A recepção no ocidente não foi muito positiva basicamente por duas razões: além de ser um usuário de espadas, grupo com uma quantidade relativa no game, o protagonista do episódio mais recente da franquia de estratégia ainda não aparecerá no ocidente. Em compensação, o que foi apresentado em seu gameplay parece promissor o bastante para sua inclusão. Além disso, a presença do personagem pode ser a porta de entrada para que os jogadores conheçam o novo episódio da franquia, tal como a presença de Marth e Roy foram o chamariz para que Fire Emblem chegasse no ocidente no início da década passada.

Publicidade
Publicidade

Visando a solução destas dúvidas, conheça quem é a figura misteriosa. Veja o trailer abaixo.

Um ser entre dois mundos

Corrin, ou Kamui como é conhecido no Japão, é o personagem central da trama de Fire Emblem: Fates. O game em si traz uma característica inédita a série, em que a escolha da versão do game define os rumos da trama, em que o personagem deve-se aliar a um dos dois reinos em conflito, Nohr ou Hoshido. 

Descendentes de uma antiga raça relacionada aos dragões, Corrin é provavelmente o personagem mais customizável dentro do game, maior até do que Robin, em Fire Emblem: Awakening. Nome, gênero, e suas decisões dentro do jogo trazem uma complexidade no roteiro que até então não foram vistas na série - embora os relacionamentos entre os membros do grupo seja algo frequente desde o episódio Radiant Dawn, lançado para o Nintendo Wii.

Publicidade

Fire Emblem: Fates tem previsão de lançamento nos Estados Unidos e Europa para o dia 16 de fevereiro de 2016, com suas duas versões básicas, Conquest e Birthright, fator inédito da série. A terceira versão do game, Fire Emblem Fates: Revelation, será lançada meses depois, em data a ser confirmada.

O Estilo do Dragão

Embora seja um usuário de espadas, tal como o recente Cloud, Link e Marth, entre outros, Corrin não tem um estilo focado unicamente em sua espada Omega Yato. Fazendo uso de sua linhagem dracônica, muitos dos ataques de Corrin serão baseados em sua descendência, a Dragon Fang. Conforme foi mostrada na apresentação, seu Side Attack terá um dos maiores alcances do elenco, enquanto as asas de dragão servem tanto como Back Air Attack, como ganham grande valor na recuperação. Além disso, seus ataques especiais (Neutral B e Side B) oferecem boas oportunidades de dano e principalmente paralisia.

Outro fator levantado pelo próprio Masahiro Sakurai para a inclusão de Corrin foi a eminência do novo título da série, o que reforça uma característica comum não apenas em Smash Bros, mas nos games Crossover em geral.

Publicidade

Mais do que apenas reunir figuras icônicas em embates dos sonhos, games crossover muitas vezes servem como vitrines para games de uma geração, atraindo a curiosidade dos jogadores, ou para testar possíveis novas empreitadas.

Um exemplo em Smash Bros. pode ser visto na série Kid Icarus, que após décadas sem um novo game, ganhou uma nova roupagem tanto em seu game Uprising, como no próprio game.

O anúncio de Corrin pode parecer frustrante a um primeiro momento, dada a possibilidade de personagens há muito tempo esperados pelos jogadores. Porém, esta é a possibilidade de conhecer um dos grandes episódios de FE. Para termos certeza, basta aguardar seu lançamento em Fevereiro. #Curiosidades #Nintendo Games