Desde o surgimento dos serviços de streaming até os dias de hoje, as grandes emissoras de #Televisão ao redor do mundo começaram a se preocupar com a forma de se fazer TV, tentando oferecer um forma de interação maior com os telespectadores utilizando recursos como mensagens via twitter, videos postados e fotos das pessoas aparecendo na transmissão dos seus programas favoritos. Mas parece que essa interação ainda não é o suficiente para uma grande parcela das pessoas.

O Netflix (o mais famoso serviço se streaming da atualidade) com mais de 65 milhões de assinantes, com 3,3 milhões de novos pagantes no segundo trimestre de 2015 de acordo com o site da Forbes, mostra o quão acelerado é o interesse por essa nova forma de #Entretenimento que oferece uma quantidade enorme de catálogos disponíveis para os assinantes assistirem quando e onde quiserem, seja no computador, tablets, smartphones, smart TVs e até em consoles como o playstation e xbox.

Publicidade
Publicidade

Nada é tão grande que não possa cair, será que esse seria o futuro da televisão ?

‘Ela (a televisão) é um ser que se recusa a olhar para essa mudança por uma razão muito simples, porque é broadcast. Principalmente a TV aberta, ela só transmite. Ela nunca se preocupou em receber nada porque é ela que sabe tudo... A televisão é o veículo da interrupção e o espectador não quer interrupção' 

'Depois da novela, antes do jornal, depois do break, você tinha um tipo de relação com aquele veículo que era uma relação de compromisso marcado. Então para mim assim, acho que nos próximos 5 anos o que vai ser cada vez mais uma revolução é essa possibilidade de você poder consumir em qualquer tela e em qualquer lugar'

disse o ex-apresentador do CQC, Marcelo Tas e o vice presidente da Turner, Rogério Gallo respectivamente em uma ótima conversa sobre o futuro da TV com Maurício Staycer para o canal Trip TV no Youtube.

Publicidade

Com a velocidade avassaladora do tempo, cada vez mais a autonomia e a liberdade de escolha tornam-se mais importantes, enquanto isso, um sistema tradicional de Televisão nos permite apenas percorrer em um via de sentido único tornando-se ultrapassado. Hoje a necessidade de assistir o que, onde e quantas vezes quiser não é apenas uma tendência e sim uma realidade. O surgimento de plataformas como a Globo Play mostra que as grandes emissoras estão empenhadas em continuar se atualizando de acordo com as necessidades do novo tempo. #Internet