Em tempos em que a crise hídrica está a cada dia mais em pauta pelo mundo, é bom ver que mentes brilhantes estão focadas em experimentos que visem o melhor aproveitamento de alguns recursos naturais.

Um projeto de 2014 de um designer austríaco é a invenção que está fazendo sucesso na rede no momento. Chamada de Fontus, o pequeno dispositivo pode ser acoplado a uma bicicleta e gera água potável através do vapor presente no ar.

Como funciona a Fontus

O princípio de funcionamento da Fontus é utilizar um condensador conhecido como ‘Peltier Element’, que converte o vapor de água presente na atmosfera em líquido. Para um ciclista, a quantidade de água gerada é bem considerável, já que em testes o equipamento mostrou resultados satisfatórios, produzindo cerca de meio litro de água potável por hora.

Publicidade
Publicidade

Embora a invenção esteja chamando a atenção, o mecanismo da Fontus é mais simples do que se imagina. Com o movimento da bicicleta, o ar entra em alta velocidade em uma das câmaras do dispositivo que fica localizada na parte inferior, e acaba sendo resfriado na parte lateral do aparelho. Na parte superior, uma barreira com furos assimétricos reduz a velocidade do ar e neste ponto as moléculas de água acabam se condensando e sendo coletadas em uma garrafa que já faz parte do conjunto de equipamentos.

A quantidade de água gerada depende de alguns fatores climáticos e umidade do ar, mas os resultados já são bastante atrativos, principalmente para quem não vive sem a parceria de uma bicicleta.

Confira a seguir o vídeo da Fontus.

Com a invenção do designer austríaco, é possível que futuramente mais opções de produção de água potável similares a este sejam lançadas.

Publicidade

Atualmente, muitas regiões sofrem com a falta de água e processos caros inviabilizam a produção em larga escala. Se um método simples e barato como a Fontus for otimizado para a geração em grande quantidade, boa parte dos problema hídricos poderão ser resolvidos.

O que achou da Fontus? Se gostou da notícia, não deixe de clicar em ‘recomendar’ logo abaixo! #Inovação #Sustentabilidade