Bill Gates, que é o CEO da Microsoft, escreveu há exatamente 20 anos atrás (03/01/1996) um ensaio entitulado O conteúdo é rei. O que pode parecer quase que uma profecia acerca de uma listagem de previsões sobre como seria a #Internet ou rede virtual, e isso em uma época que somente 1% da população do mundo era usuária da internet. As previsões feitas por Bill foram as seguintes: 

  • A morte da mídia impressa: "a pergunta que está sendo feita por muitos é em que proporção a mesma empresa que serve a um determinado grupo de interesse por meio da mídia impressa, será bem sucedida ou não nos serviços online? Pode-se comprovar que o próprio futuro de algumas revistas impressas já está comprometido por causa da internet ", escreveu Bill Gates em 1996. 

Sim, parece que o co-fundador da Microsoft estava certo.

Publicidade
Publicidade

Grande parte da mídia impressa tradicional tem a sua versão on-line, enquanto outras já migraram completamente para o mundo da era digital.

  • Notícias locais que tiveram um alcance global: "apesar da ‘febre do ouro’ (ou interesse pela relação de saldo positivo entre custo X benefício da mídia) atualmente estar centralizada, principalmente, nos EUA, eu espero que domine todo o mundo, na medida em que os custos de comunicação venham por terra e uma massa crítica considerável de conteúdo possa estar disponível em diferentes países”, vaticinou Gates. 

Bill novamente não cometeu nenhum erro. Realmente o custo do acesso a Internet decresceu consideravelmente e aproximadamente 40% da população se utiliza da Internet mundo afora. As pessoas podem conseguir praticamente todos os tipos de novidades e informações por meio da internet, e elas ainda podem entrar em contato com outras pessoas em uma velocidade quase instantânea.

Publicidade

Outro detalhe bastante importante, é que notícias de caráter local passaram a ter um alcance global com a rede. 

  • O florescimento dos sites de conteúdo gerados pelo usuário: "um dos aspectos considerado interessante sobre a internet é que qualquer pessoa com um computador e um modem pode publicar qualquer conteúdo que criar, ou seja, de um determinado modo, a internet é o equivalente multimídia da foto-copiadora, facilitando que o material seja duplicado a custo reduzido, independente do tamanho do público consumidor da informação", opinou o norte-americano Bill Gates. 

Os Facebook, Instagram, Reddit e YouTube são exemplos claros desse contexto, tanto que em 1996, unicamente um seleto grupo de empresas e instituições criaram a maioria dos conteúdos. 

  • O conteúdo da internet se tornaria uma grande máquina de fazer dinheiro: Gates escreveu que “são os conteúdos que realmente têm chance de fazer dinheiro de verdade através da internet, assim como aconteceu na televisão”. 

No ano de 1996 as conexões eram muito lentas e o conteúdo multimídia era praticamente inexistente, não sendo anunciado nem mesmo nos sites ditos populares.

Publicidade

Gradativamente a publicidade embutida na internet retirou os espaços comercias da televisão. 

Enfim, as pessoas de várias partes do mundo podem ter opiniões distintas dos comentários e pronunciamentos proféticos de Bill Gates, mas uma coisa é fato, a saber: que ele acertou em tudo o que disse lá em 1996 sobre a internet, isso ele acertou. #Negócios #Inovação