A Lenovo anunciou a retirada gradual da marca Motorola para dar lugar a duas novas linhas, 'Moto', para produtos de ponta, e uma segunda linha mais barata, a 'Vibe'. A Motorola, mesmo tendo na história smartphones bem aceitos no mercado, como o Razr V3 e Moto G, este último lançado há dois anos e que está em sua terceira geração, dará adeus definitivamente.

A marca Motorola nos últimos anos ganhou mercado com os aparelhos Moto G e Moto X, pelo ótimo custo benefício apresentado. Um exemplo, era o comparativo com o Samsumg Galaxy S4 mini, que tinha uma configuração de hardware semelhante e custava o dobro.

A Lenovo, que em 2014 comprou a companhia por 2,91 bilhões de dólares, disse que mesmo depois da morte da marca, ainda usará o logotipo da letra M. A logo da Lenovo deve vir junto, já nos próximos aparelhos Moto X, identificando a junção das companhias.

Publicidade
Publicidade

Entenda como tudo aconteceu

Em agosto de 2011, o Google anunciou a compra da companhia por 12,5 bilhões de dólares, somente em maio de 2012 a compra foi oficialmente concluída, com Dennis Woodside assumindo o cargo de CEO da Motorola. Diante dos prejuízos que a Motorola estava causando ao Google, alguma coisa havia de ser feita.

Em janeiro de 2014, a Lenovo, maior fabricante de PC’s do mundo, adquiriu por apenas 3 bilhões de dólares a parte de telefonia da Motorola, um valor bem abaixo do que o de compra do Google. Na época da negociação a Lenovo disse que o acordo fortaleceria a companhia no mercado de smartphones e que protegeria a marca.

Que dizer dos usuários?

O mundo está cada vez mais voltado para pensar em produtos que façam sentido e proporcionem uma experiência encantadora aos usuários.

Publicidade

Surge agora a marca ‘Moto by Lenovo’. A estratégia da empresa tem sido desde a última negociação, um sistema enxuto. O sistema operacional #Android sofreu poucas alterações, e com esta decisão os usuários do Moto reclamaram da falta de atualizações. É conveniente ressaltar que o cliente é a parte mais importante neste caso.

Ao que tudo indica, os fãs não precisam se debater em lágrimas. Os smartphones ainda serão vendidos para os amantes da condenada Motorola, que atualmente vai fortalecendo a nova marca, Moto by Lenovo. #Negócios #Celular