Parece que a crise também chegou no serviço de streaming "Netflix". O serviço que oferece filmes, séries e programas de #Televisão, anunciou que irá aumentar a mensalidade de todos os seus clientes do mundo inteiro.

“Dado que esses membros estão conosco há pelo menos dois anos, não esperamos insatisfação”, disse a empresa para a imprensa.

O aumento inesperado da mensalidade possui uma explicação. Segundo a própria Netflix, a empresa está investindo pesado em séries e filmes originais e exclusivos para seus assinantes, o que fez a empresa ultrapassar seu orçamento. Mas será mesmo que a empresa precisa aumentar o preço de seus serviços? Nos últimos meses foi divulgado que a empresa faturou somente no Brasil, mais de 1 bilhão de reais.

Publicidade
Publicidade

Ultrapassando o faturamento da rede de televisão SBT (Sistema Brasileiro de Televisão). Fazendo uma comparação entre as duas empresas, o SBT possui quase o mesmo custo de produção anual que a Netflix, e ainda disponibiliza gratuitamente todos os seus produtos em sua rede de canais no site YouTube. O curioso é que a empresa de streaming paga para o Sistema Brasileiro de Televisão, para poder exibir para seus assinantes, as novelas e séries produzidas pelo canal paulista.

O aumento de mensalidade talvez seja uma atitude um pouco exagerada, visto que no último ano foram criadas empresas de streaming brasileiras, que aluga os produtos das maiores produtoras de conteúdo do país. O Grupo Globo lançou recentemente o seu streaming intitulado "Globo Play" (todos os produtos produzidos pela Rede Globo) e "Globosat Play" (todos os produtos produzidos pelos canais da programadora Globosat).

Publicidade

A Rede Record de Televisão lançou também o seu próprio serviço de streaming intitulado 'R7 Play", que pode ser testado um mês de graça. Além de seu próprio site de streaming, a Record também disponibiliza suas novelas e séries para o serviço Netflix. Além disso o serviço possui um grande concorrente, isso porque o canal On Demand da rede Telecine é um dos favoritos dos brasileiros.  #Cinema