O ano de 2016 promete ser o ano para os #Jogos de luta. Com games cada vez mais acessíveis ao público casual, modos online mais enxutos e a popularização dos grandes campeonatos competitivos - como a EVO, por exemplo -, não será surpresa se o gênero se tornar um dos grandes eSports nos próximos anos.

Veja o que as desenvolvedoras estão planejando para 2016

Microsoft

Killer Instinct é hoje um dos grandes expoentes nos jogos de luta. E para este ano, a Terceira Temporada da clássica franquia da Rare promete melhorias tanto no sistema de combate, através de balanceamentos e um modo treino mais robusto, como a adição de mais personagens, como os veteranos Tusk e Kim Wu, e do sapo Rash, da série Battletoads.

Publicidade
Publicidade

O game ainda receberá uma versão para PCs, com possibilidade de Cross-Play entre ambas as plataformas.

Capcom

A Capcom surpreendeu quando anunciou Street Fighter V como um exclusivo nos consoles para o Playstation 4. E ao longo de 2015, suas novidades tanto em relação ao conteúdo inicial como a nova política de DLCs trouxe ao mesmo tempo animação e receio por parte dos fãs, visto os erros cometidos na geração anterior. Contudo, o sucesso da Capcom Pro Tour, bem como a aceitação das novas mecânicas de SFV mostram que a Capcom pretende se tornar a principal referência em eSports nos jogos de luta.

Nintendo

Embora não tenha o mesmo apelo em relação a outras desenvolvedoras no que diz respeito aos jogos de luta, a Nintendo ganhou enorme destaque com o último Super Smash Bros. Trazendo adições impensadas como Ryu, Cloud e Bayonetta, o game promete aumentar o nível das competições nos próximos anos.

Publicidade

Outra iniciativa da Nintendo para 2016 é Pokkén Tournament. Lançado nos arcades japoneses em 2015, a inciativa da Big N junto a Namco pretende trazer o melhor do universo de Pokémon aos jogos de luta. Mas ainda não se sabe se abrirá possibilidades para competições profissionais.

Arc System

Guilty Gear Xrd chamou atenção com seus gráficos e jogabilidade ainda mais fluídas do que nas versões anteriores. E desde então, não saiu dos holofotes dos grandes campeonatos, com a Arc System melhorando ainda mais a experiência com suas atualizações, como o recente -SIGN-. Para este ano -REVELATOR- trará mais personagens e adições a rica história da série. As possíveis novidades quanto às franquias adquiridas pela Techno também são esperadas para este ano.

Namco

Tekkén 7 foi lançado nos arcades japoneses em 2015, com os anúncios de Katsushiro Harada de que o capítulo final da saga dos Mishima será neste game. Sua chegada aos consoles promete tanto melhorias gráficas como adições de mais personagens, sendo um deles Akuma, da série Street Fighter.

Publicidade

O que indica que a outra parte do crossover entre ambas as franquias, iniciado em Street Fighter X Tekken em 2012, não foi deixada de lado.

Warner

Mortal Kombat X foi considerado o melhor game de luta de 2015, aprimorando o sistema bem sucedido do game anterior, e incluindo um modo história cinematográfico e bem chamativo a série. Com competições acirradas, a franquia de Ed Boon ganha sua primeira expansão com o Kombat Pack 2, trazendo Leatherface (Massacre da Serra Elétrica), e Xenomorph (série Alien), além de lutadores clássicos da franquia.

SNK

A grande produtora dos anos 90 planeja seu retorno triunfal com King of Fighters XIV. Exclusivo para Playstation 4, o game promete trazer as mecânicas clássicas da franquia e visuais atualizados para a nova geração. Embora ainda esteja nos estágios iniciais, a previsão é que saia no segundo semestre deste ano.

Quais games está esperando? E quais são os palpites para a FGC em 2016? Deixe nos comentários.  #Entretenimento