O YouTube que, é o maior site de uploads de vídeo, está sendo acusado por algumas centenas de usuários por estar "pegando" para si algumas visualizações. Todos nós sabemos que ele tinha fama de congelar os vídeos assim que chegavam a 301 visualizações, mas isso mudou. Agora o YouTube deixa o tráfego livre e depois de algumas horas as visualizações são recontadas e as que não derivam de origem humana (uso de bots e hacks) são removidas. Por um lado isso é muito bom, por outro afeta pequenos novos criadores de conteúdo.

Isso causa uma oscilação muito grande em quem está começando agora. Suponhamos que o Youtuber X tem 200.000 views e o Youtuber Y possui 800.

Publicidade
Publicidade

O Youtuber X, dificilmente, será afetado porque o Youtuber fará uma comparação das views com o número de inscritos. Já o Youtuber Y, que está começando agora, terá mais dificuldades pelo fato de não haver tal semelhança entre inscritos x views. Isso torna-se chato, pois desanima a muitos.

Proteção aos canais maiores?

Como sabemos, o YouTube é mantido por meio de anúncios em vídeo. Com isso deixo-lhes uma pergunta: estaria o YouTube protegendo canais maiores? Para entender essa pergunta é simples. Digamos que você tenha uma empresa grande e precisa fazer um anúncio, mas para isso precisa escolher a empresa que fará o marketing. Duas empresas vão até você. Uma possui filiais em várias partes do mundo e possui uma legião de telespectadores. A outra é regional e não possui tantos espectadores.

Publicidade

Qual é a chance da empresa de marketing maior ser escolhida pelo fato de ter vários fãs e redes mundiais de anúncios? Cem por cento de chance.

Segundo o YouTube, isso acontece porque existem visualizações legítimas e não legítimas. As legítimas são aquelas em que as pessoas assistem o vídeo até o final e as não legítimas são aquelas em que a pessoa clica por engano e acaba fechando antes dos dez segundos. Portanto não gera nenhuma visualização e não se caracteriza falha do YouTube.

Conclui-se que, por motivos de segurança, o YouTube tem atualizado com maior frequência o seu banco de dados e isso pode gerar alguns atrasos na alocação das views.  #Comunicação #Google #Internet