Um novo tipo de vídeo tem conquistado o público infantil e também adultos no Youtube: os vídeos criados por famílias e postados na plataforma. Com conteúdo divertido, linguagem simples e mais próxima das pessoas, canais na qual mãe e filha atuam estão crescendo e suprindo o vazio deixado pelos extintos programas infantis dos anos anteriores da TV aberta.

A monetização dos vídeos proporcionada pelo Youtube incentiva cada vez mais pessoas a tentarem atingir um lugar ao sol no concorrido mundo dos canais. Um exemplo disso é o canal 'Lilian e Natália' que foi criado há pouco mais de um ano. Nele, mãe e filha publicam vídeos engraçados, desafios, tutoriais e brincadeiras.

Publicidade
Publicidade

Esse conteúdo tem agradado aos fãs e o canal só tende a crescer. “Começamos com tutoriais, mas vimos que o público gostava mais dos desafios e dos teatrinhos que fazíamos. É bem divertido de gravar e recompensa saber que as pessoas estão gostando dos nossos vídeos.”, diz Lilian, que junto com sua filha Natália, esperam chegar à marca de um milhão de inscritos em pouco tempo.

Elas sabem que para chegar a ter uma boa renda é preciso ter muita disposição para gravar e paciência para esperar o canal crescer. O Youtube paga em dólar, o que já é uma grande vantagem, mas a brincadeira só se torna realmente interessante quando o canal atinge um número expressivo de inscritos, pois como os youtubers ganham centavos de dólar por visualizações dos vídeos ou cliques nos anúncios, ter muitos inscritos no canal já é meio caminho andado para o sucesso.

Publicidade

O que torna o sonho realmente possível é o número sempre crescente de smartphones nas mãos de crianças e adultos. Hoje em dia, assistir aos vídeos do Youtube se tornou uma coisa corriqueira, que pode ser feita onde e quando as pessoas quiserem e ai reside o grande potencial sucesso dos canais. O público agora não precisa mais ficar em frente a um computador ou a uma TV para ver um conteúdo que lhe interessa. A liberdade de locomoção ajudou a popularizar muito os canais.

Os 'youtubers' sabem que para lucrar precisam crescer, e o que parece pouco se torna muito com o imenso alcance da internet. “Sempre falo para minha filha: centavos parecem pouco, mas imagina ganhar um centavo de dólar de um milhão de pessoas... “, diz Lilian. E ela tem toda a razão. #Entretenimento #Negócios #Inovação