A #Apple está com um projeto para fazer com que todos os seus softwares passem a se chamarem "MacOS" e esta seria uma das principais surpresas que a companhia vem preparando, além do lançamento do iPhone 7 que também é muito aguardado em todo o mundo.

E a própria empresa já deu várias pistas que estão fazendo com que esta possibilidade se torne cada vez mais uma certeza, por exemplo, no site que apoia o "Dia da Terra 2016", a Apple citou os nomes dos seus sistemas e comentou a respeito da vida útil de cada um deles ao afirmar que a média é de 4 anos para os dispositivos MacOS e de 3 anos para os iOS e também os watchOS.

E a pista está justamente aí, porque o OS X não foi citado e isto tem levado muitos especialistas a deduzirem que a intenção da empresa é uniformizar a marca para seus programas que passariam a ser chamados de MacOS.

Publicidade
Publicidade

Por enquanto são apenas rumores, mas que ganha força a cada dia, entretanto a certeza só virá em julho quando acontece a conferência anual e aí sim, o mundo saberá todos os detalhes do iPhone 7 e também sobre esta troca de nome.

A página de apoio ao "Dia da Terra 2016" é de um evento internacional que defende o meio ambiente e é visitada por pessoas de todo o mundo, tendo um grande destaque na mídia internacional. Por isto chamou tanto a atenção as pistas dadas pela empresa ao listar suas diversas plataformas e o respectivo tempo de vida para cada uma.

A referência ao seu sistema operacional como "MacOS" pode ser a pista final para o adeus ao "OS X" que aconteceria então em julho.

Há no entanto uma grande controvérsia a respeito desta mudança de nome do sistema operacional da Apple porque somente em um dos textos disponíveis no site é que a empresa se dirigiu ao sistema como "MacOS" e em todo o restante do site a companhia continuou usando o nome antigo.

Publicidade

Teria sido então apenas um erro? Uma falha no texto? Ou uma falta de atenção de quem escreveu o artigo? Ou a companhia quis dar um sinal do que vem por aí?

As respostas teremos em julho e até lá, muitas especulações. #Desenvolvimento Tecnológico