Segundo o TIC - Suplemento de Tecnologia de Informação e Comunicação - o hábito de fazer uso do aparelho #Celular para acessar a internet já é maior que o uso do computador, no Brasil. O IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - divulgou, nesta quarta-feira (6), os dados relativos a uma pesquisa sobre o tema, colhidos em 2014. A pesquisa mostra que, em 2013, cerca de 16 milhões de domicílios usavam o celular como principal meio de acesso à rede, já, em 2014, esse número passou para 29 milhões. 

No ano de 2014, os aparelhos smartphones se tornaram populares no Brasil e trouxeram o avanço de terminais 2G para 3 e 4G, permitindo uma maior velocidade de acesso à #Internet.

Publicidade
Publicidade

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) mostrou que a proporção de lares que acessavam a rede por meio de computadores, recuou. Em 2013, eram 88,4% e, em 2014, esse percentual diminuiu para 76,6%. 

A quantidade de domicílios que fazem uso do celular, ainda é mais alta nas regiões Centro-Oeste e Norte do país, totalizando 92%. Já, o uso do computador é absoluto nas regiões Sudeste e Sul, respectivamente em 83% das residências. De acordo com o IBGE, a pesquisa revela um fato que, no Brasil, é inédito, comprovando que, hoje, mais da metade das moradias, cerca de 36 milhões, possuem acesso à internet.

Perdendo apenas para os televisores, o aparelho celular é o segundo item mais consumido pelos brasileiros, atualmente. Os televisores estão em 98% das residências no Brasil, enquanto que o celular é usado por 86% da população, acumulando um total de 148 milhões de pessoas. 

O estado de Santa Catarina foi destacado como o que menos faz uso do aparelho celular para acesso à internet, somente 13,9% são realizados por tablets ou celulares.

Publicidade

De acordo com a pesquisa, o estado que faz menos uso do computador é o Amapá.

Banda Larga

O Brasil ficou em 88º lugar, no ano de 2015, em velocidade de banda larga, atingindo 4,1 Mbps, melhorando cinco posições no ranking. Apesar de uma relativa melhora, o Brasil ainda se encontra atrás de vários países vizinhos da América Latina. Segundo a Akamai, empresa de internet americana, 39% das conexões brasileiras estão acima de 4 Mbps, colocando o país em 85º lugar.  #Android