Notório pelo limite dos caracteres de suas mensagens desde o início de seu funcionamento, o Twitter pretende mudar um tanto sua estrutura neste sentido, principalmente no que diz respeito aos elementos inseridos junto ao texto. 

A empresa divulgou, por meio de seu blog oficial, que o usuário poderá fazer "mais e melhor na hora de compor um tweet".

A rede reflete que o tweet - nome dado a cada mensagem -  evoluiu muito nesta última década. Deixou de ser um simples elemento textual e se tornou uma experiência mais rica em seu contexto - ao longo do tempo, elementos como fotos, vídeos, hashtags, Vines, enquetes e GIFs puderam também ser agregados ao texto.

Publicidade
Publicidade

No entanto, o usuário da plataforma sabe que é sempre um desafio encaixar todas as informações aos tradicionais e curtos 140 caracteres. Mas as coisas mudarão - itens extras não vão comprometer mais o limite de espaço das mensagens.

As novidades anunciadas pelo Twitter

  • Nome: ao se responder um um Tweet, o @nome fica fora da contagem padrão, tornando as conversas mais facilitadas e diretas.
  • Mídia Anexada: quando o usuário inserir arquivos a suas palavras, como vídeos, fotos, GIFs, enquetes ou tweets mencionados, a contagem dos 140 caracteres também não se altera.
  • Retweet e Tweet mencionado: a rede pretende habilitar um botão Retweet nos próprios Tweets para facilitar o compartilhamento ou fazer um Tweet mencionado.
  • Adeus ao .@: as alterações ajudarão a tornar mais simples as regras relacionadas aos Tweets que começam com um nome de usuário. Estas mensagens serão exibidas a todas as pessoas. Segundo a companhia, isso significa que não será necessário usar um ponto antes da arroba. Caso o usuário queira que uma resposta seja vista por todos os seguidores, poderá Retweetar a ideia para um alcance mais abrangente.

Quando?

O Twitter pretende  implantar as novas regras ao longo dos próximos meses, mas anunciou tudo com bastante antecedência para que as mudanças funcionem corretamente quando for a hora. A rede entende que haverá um impacto significativo nos Tweets, e quer dar tempo também para que seus desenvolvedores e parceiros possam atualizar produtos relacionados à empresa.

Publicidade

A plataforma planeja ajudar cada vez mais seus usuários a tirarem proveito das mensagens e relata buscar melhorias às ferramentas atuais ou mesmo habilitar novas funções ao serviço, mas sem comprometer características tradicionais, com a  velocidade e a brevidade de suas informações.

Conheça o Allo, aplicativo do Google para concorrer com o WhatsApp

Rio 2016: Google Tradutor dá dicas para ajudar cariocas a se comunicarem com turistas #Curiosidades #Celular #Internet