E agora? O que será de nossas vidas sem o serviço de #WhatsApp? É isso mesmo, a Justiça mandou as operadoras de telefonia móvel bloquearem o serviço de troca de mensagens instantâneas por 72 horas em todo o território brasileiro. A medida começará a valer a partir das 14 horas desta segunda-feira (2). Se preparem para a chuva de ligações. Talvez seja uma oportunidade de “aproximar mais as pessoas”.

A decisão foi tomada pelo juiz Marcel Montalvão, de Lagarto (SE). A medida foi aprovada na última terça-feira (26).

As operadoras informaram que cumprirão a determinação da justiça. TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel estarão sujeitas a multas diárias R$ 500 mil caso descumpram as regras.

A decisão foi tomada para forçar a empresa a fornecer dados trocados entre alguns investigados criminais.

Publicidade
Publicidade

O aplicativo pertence ao Facebook, portanto é do Mark Zuckerberg. A equipe da Blasting News verificou a página pessoal da rede social do empresário e ele ainda não se manifestou sobre o assunto.

Esta não é a primeira vez que a justiça acaba com a “diversão” e o papo de milhões de brasileiros. Em dezembro de 2015 o aplicativo ficou fora do ar por algumas horas. A ideia era de que ele fosse suspenso por 48 horas, mas a decisão não durou por muito tempo.

Em fevereiro outro caso aconteceu, mas um desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí suspendeu a ação.

Como o brasileiro gosta de dar uma de esperto acabou dando aquele jeitinho brasileiro para burlar a ação. Um aplicativo que muda a geolocalização no telefone móvel conseguiu modificar o país de origem do telefone. Como o trocador de mensagens instantâneas só estava bloqueado no Brasil, bastava escolher um outro país e a mágica estava feita.

Publicidade

Você conseguia ver novamente os símbolos de envio e recebimento das mensagens. :D

Vamos ver se agora a Justiça conseguirá segurar a decisão pelos três dias que estão sedo estipulados. Caso consiga os brasileiros começarão a migrar para os outros aplicativos, que apresentam os mesmos serviços, ou as mesmas particularidades. #Internet