A Ringing Bells manteve-se quieta após o anúncio, no início do ano, sobre a criação do smartphone que seria o mais barato do mundo. A notícia ganhou bastante repercussão, porque a promessa não abrangeria nem duas cifras de dólar, segundo os idealizadores do projeto. A companhia indiana voltou à público nos últimos dias para falar sobre o smartphone baratíssimo que está sendo projetado pela empresa. Mas, além disso, informou que a empresa já está preparada para realizar a entrega dos aparelhos durante os próximos meses.

O nome do aparelho será Freedom 251 (alusão ao preço de cobrança do aparelho), que irá para as lojas ao preço de 251 rúpias (algo em torno dos R$ 12,50).

Publicidade
Publicidade

Em entrevista concedida a um importante portal indiano, o Indian Express, o CEO e co-fundado da Ringing Bells, Mohit Goel, informou que está tudo agendado e programado para o lançamento do smartphone, que promete abalar a estrutura das altas cobranças sob smartphones convencionais.  As entregas terão início no dia 30 junho, e Goel já antecipou que 200 mil unidades do Freedom 251 já estão prontas para atender ao público que desejar adquirir o produto.

Quando a companhia anunciou a pré-venda do Freedom 251, no mês de fevereiro, a promessa era de entrega de 2,5 milhões de aparelhos até o fim do mês de junho. Entretanto, o site da empresa recebeu 70 milhões de visitas em tempo recorde, sobrecarregando o sistema e não permitindo que os usuários finalizassem a compra.

Mas é possível criar um smartphone tão barato?

O lançamento gera bastante desconfiança dos especialistas na área, que desacreditam na possibilidade de desenvolvimento de um smartphone intermediário (como se apresenta o Freedom 251) a um preço tão baixo.

Publicidade

Apesar da modéstia da programação, o smartphone conta com conexão 3G, processador de 1.3 GHz, 1GB de memória RAM e 8GB para memória de armazenamento (que pode ser estendida para 32MB com o uso de cartão de memória). Além disso, o Freedom 251 apresenta câmera traseira de 8MP e frontal de 3,2MP. O sistema #Android 5.1 Lolipop será o utilizado no smartphone mais barato do mundo.

O projeto da Ringing Bells se baseia numa quantidade gigante de vendas. Já que, segundo o próprio CEO da empresa, para cada aparelho vendido, a Ringing Bells terá de desembolsar 140 rúpias (algo em torno de R$ 7). A ideia de ganhar dinheiro com volume de vendas parece não se limitar apenas a aparelhos de telefonia móvel. Segundo Goel, há um projeto de criação de uma TV com tela LED, de 32 polegadas, pelo preço de 10 mil rúpias (R$ 495).        #Inovação #Celular