Quando utilizamos os serviços do Google todos nós sabemos que nossas informações, muitas pessoais, ficam retidas pelo sistema. Isso fica bem claro nos termos e condições de privacidade do maior site de buscas do mundo e na frase; "Quando usa os serviços do #Google, você confia a nós sua informação". Muitos não se surpreenderão porque o usuário sabe dessa coleta de dados, mas sabemos mesmo a quantidade e quais tipos de informação ficam retidas no sistema?

Se você usa com frequência a internet ou costuma fazer transações comerciais, praticamente toda sua vida está retida no Google, às vezes até informações sigilosas. As básicas são o seu nome, endereço, telefone, e-maill,, a operadora de celular que utiliza, plano de telefone celular e residencial.

Publicidade
Publicidade

O Google armazena também as palavras que você mais usa nos e-mails, conhece todos seus contatos e a quantidade de e-mails que passa ou recebe, até mesmo spam.

Tudo e muito mais do que imagina fica armazenado, por exemplo, as fotos que tira com seu celular Android e posta nas redes sociais e até mesmo as que apagou ou nunca postou. Ele sabe todos os sites que você visitou, mesmo que seja em outro país, quantas vezes visitou, data e hora e como chegou até lá. Se faz compras pela #Internet, quais cartão utiliza para débito ou crédito.

"O Google sabe muito sobre você, certo? E de quem é a culpa? Sua, claro", diz Lee Munsun, especialista em segurança. Segundo ele, as pessoas são ingênuas e passam suas informações sem o devido cuidado, tudo pelo prazer de fazer parte de um mundo virtual. E tudo é legal e permitido por você na hora que assina os termos e condições da empresa.

Publicidade

Existem meios de encontrar seus dados no Google através do "Minha Conta" ou "My a Account", em inglês. De acordo com a Business Insiders, no início do ano, o Google tem mais 2,2 bilhões de usuários em atividade. Sempre que optar por um serviço gratuito vai estar pagando com suas informações pessoais. Para o Google, isso tornou-se uma mina de ouro, são bilhões de dólares que o gigante da tecnologia engole por ano. Segundo os especialistas, há muito pouco a ser feito. #Conectados