Pokémon Go é a mais nova sensação mundial. O jogo, disponível para Android e iOS, ainda não foi lançado oficialmente no Brasil mas milhares de brasileiros já possuem o aplicativo instalado no #Celular. O jogo permite que você capture Pokémons usando a câmera e dados de localização. O usuário pode trocar Pokémons com os amigos e até participar de batalhas com realidade aumentada. O game da Nitendo está sendo lançado pouco a pouco nos países mundo afora e deve chegar ao Brasil em breve. O jogo vem causando polêmica pois usuários já sofreram acidentes e passaram por situações nada agradáveis ao tentar capturar os monstrinhos. 

Acidentes envolvendo jogadores de Pokémon Go

Recentemente dois jogadores de Pokémon Go caíram de um penhasco nos EUA.

Publicidade
Publicidade

Eles teriam escalado o penhasco em busca de um Pokémon e acabaram caindo de uma altura de quase 30 metros. Tiveram a sorte de cair na areia da praia, o que amenizou o impacto. 

Outro caso intrigante aconteceu em Nova Iorque. Um homem de 28 anos bateu o carro em uma árvore enquanto jogava. O rapaz teve lesões nas duas pernas mas sobreviveu. Também em Nova Iorque, um vídeo mostra multidão no Central Park em busca de um Pokémon raro que apareceu na região. As pessoas chegavam de carro a todo momento e corriam para o Park tentando capturar o monstrinho, isso gerou tumulto e causou caos no trânsito. 

Uma jovem relatou que o jogo a deixou tão fora da realidade que ela, sem querer, caiu em uma vala e acabou fraturando o pé. 

Nos EUA, suspeitos de atrair gamers para roubá-los foram presos. O jogo permite que um sinal seja colocado, via GPS, para avisar que há criaturas naquela área e, segundo a polícia, eles utilizaram esta função para atrair pessoas e assaltá-las. 

Um dos casos mais polêmicos, se não o mais polêmico, é o caso da garota americana Shayla Wiggins, de 19 anos.

Publicidade

A moça descia perto de uma ponte em busca de um Pokémon quando se deparou com um cadáver. 

Órgãos de segurança de todo o mundo alertam os usuários para tomarem cuidado com os perigos causados pelo game. O jogo é mais procurado na internet do que pornografia e é mais baixado do que o app de relacionamento Tinder.  #Jogos #Acidente