Lançado no último dia 5 de julho, o Pokémon GO já dominou o mundo. É um jogo de realidade aumentada que permite aos usuários caçar pokémons na vida real através do celular. Está disponível apenas em países como os EUA, Austrália, Japão e Nova Zelândia. Desde seu lançamento, fatos curiosos tem chamado atenção, como os listados abaixo. Dona do app, a Nintendo valorizou suas ações nas bolsas japonesas em 25%, seu melhor resultado deste 1983. O jogo já tem data para ser lançado no Brasil. 

1 - Na cidade de Riverton, Wyoming, nos Estados Unidos, Shayla Wiggins, de 19 anos, encontrou um cadáver enquanto capturava pokémons. Ela procurava um pokémon de água e decidiu caçá-lo perto de um rio.

Publicidade
Publicidade

Chegando lá, bateu de frente com um corpo boiando. Shayla chorou assustada, mas comunicou às autoridades, que chegaram ao local rapidamente.

2 - Também nos EUA, um homem ignorou o fato de sua mulher estar em trabalho de parto aguardando uma cesárea quando um 'Pidgey' apareceu na cama dela no hospital. Ele não pensou duas vezes e foi à caça. O homem printou a imagem e logo ela viralizou na web. O bebê nasceu bem e a mulher foi bastante compreensiva com a atitude do marido.

3 - Assaltantes da cidade de O'Fallon, Missouri, nos EUA, estão usando o aplicativo para roubar jogadores. Eles se aproveitaram da função de geolocalização do app para surpreender os desavisados em locais inóspitos. Os ladrões também emitiram sinais avisando que alguns locais teriam pokémons. A polícia local deteve quatro suspeitos e emitiu um comunicado alertando os jogadores da situação.

Publicidade

4 - Nem o Museu do Holocausto, em Whashington, nos EUA, escapou. O diretor do local advertiu usuários e pediu respeito depois que jogadores procuraram dentro do museu um pokemon chamado Koffin, cuja arma secreta é liberar um gás venenoso contra os inimigos. Segundo o diretor, o Museu do Holocausto tem como missão fazer com que o mundo jamais esqueça das milhares de pessoas que foram mortas em câmaras de gás nos campos de extermínio nazista.

5 - Por enquanto, o soldado americano Louis Park parece ter superado todos os casos relacionados ao Pokemon Go. Ele capturou um Squirtle recentemente. Até aí, tudo bem. Mas o soldado de 26 anos estava em pleno front de ataque no Iraque, em guerra com o Estado Islâmico. "Acabei de capturar meu primeiro Pokémon no front de Mosul, perto de Teleksuf. Estado Islâmico, venha me desafiar para uma batalha Pokémon. Morteiros são para os fracos”, escreveu ele, nas redes sociais. Depois da repercussão negativa, ele apagou o post. #Curiosidades #Jogos #Internet