Marco Antonio Villa é historiador e trabalha como comentarista no programa “Jornal da Manhã” da rádio Jovem Pan de São Paulo. Nesse programa, Marco fez um comentário que não agradou muito aos fãs de Pokémon GO, o jogo de smartphones que está tomando os quatro cantos do mundo. Segundo o comentarista, essa nova febre mundial é um sinal de decadência cultural, pois, de acordo com ele, as pessoas estão "desperdiçando" um tempo que poderia ser investido em algo mais "útil", como ler um livro, por exemplo.

“Bons tempos em que o cara batia a cabeça lendo um livro – afirma o comentarista no programa radialístico da Jovem Pan – Para mim isso é inacreditável, o sujeito fica – eu acho, com todo o respeito, um bobo.

Publicidade
Publicidade

O cara tem tanta coisa pra ler, a tua vida é curta, a gente só vive uma vez”, declarou o historiador.

Villa fez esse comentário logo após ter acompanhado uma matéria do programa que tratava do crescimento mundial desse novo jogo e como o mesmo vem ganhando espaço em praticamente todo o tipo de público: criança, adolescente e adulto. Villa ficou curioso ao saber que as pessoas precisam sair às ruas para ‘catar’ pokémons virtuais. “Tanta coisa pra conhecer e estudar no mundo e você fica jogando ‘Pokémon’? Ah, não dá.”, disse o historiador em sua participação no programa de rádio.

Pokémon GO prestes a chegar ao Brasil

A ‘contrariedade’ de Villa com relação a esse jogo pode aumentar ainda mais, já que para o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, esse aplicativo já deveria estar sendo utilizado na capital carioca, sede dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Publicidade

Para Eduardo Paes seria interessante trazer o Pokémon GO em tempo de Jogos Olímpicos e ele tem feito campanha para que isso possa ser realizado o quanto antes. Isso motivou o comentarista Villa a fazer algo parecido com uma ‘zombação’ à atitude e o interesse do prefeito do Rio em fazer campanha para que o jogo de celular possa ‘marcar presença’ na Rio 2016.

É importante lembrar que o aplicativo ainda não foi liberado oficialmente para o território brasileiro. E, também, o comentarista que criticou o jogo, Villa, foi demitido recentemente da Veja. Ele participava de um programa chamado ‘Sem Edição’. #Curiosidades