De acordo com informações do jornal Daily Mail, um malware muito eficaz está sendo espalhado em aparelhos smartphones através de mensagem de texto. Ainda de acordo com informações, tal vírus tem a capacidade para apagar todos os dados em um smartphone. Segundo especialistas, o malware é causado pelo aplicativo Mazar. Após ser baixado, o aplicativo carrega consigo um software responsável por realizar conexões anônimas entre o aparelho com a internet e assim conecta os dados dos usuários a um grupo de pessoas maliciosas.

Isto lhes possibilita monitorar mensagens de texto, realizar chamadas ou apagar os aparelhos. De acordo com informações do grupo de segurança na internet, conhecido como Heimdal Security, na Dinamarca estima-se que pelos menos mais 100.000 aparelhos já foram afetados pelo vírus.

Publicidade
Publicidade

Eles ainda afirmam que informações a respeito do software malicioso é desconhecida em outros países.

Entretanto acredita-se que o aplicativo não pode ser baixado em aparelhos onde a configuração do idioma não esteja definido em russo. A dinamarquesa Andra Zaharia, consultora em segurança virtual da Heimdal, afirma que o suposto malware pode causar inúmeras consequências maliciosas às vítimas. Ou seja, os hackers podem instalar um ‘backdoor’ nos aparelhos com sistema operacional Android e monitorar suas atividades como bem entender. 

Entre as inúmeras ações do vírus, destaca-se aquelas onde os hackers possam enviar mensagens através de SMS, adquirindo canais especiais na televisão. Com a instalação do vírus, os hackers também podem conseguir informações e descodificar códigos de autenticação em aplicativos para serviços de bancos, ou compras pela internet.

Publicidade

Zaharia explica ainda que o aplicativo Mazar está sendo anunciado em diversos sites da DeepWeb. Na ocasião os cibercriminosos estariam testando o vírus para melhorar suas estratégias. Zaharia também acredita que estes elementos estão tentando violar o sistema operacional iOS, por ser mais lucrativo. Outros especialistas recomendam aos usuários para que removam de seus aparelhos qualquer configuração de segurança que não faça parte do aplicativo PlayStore. #Entretenimento #Curiosidades