Enquanto o discurso no Brasil é sobre limitar o uso de dados na #Internet, a operadora norte-americana T-Mobile US resolveu inovar: vai acabar com todos os planos com limites de dados e oferecer um único plano para smartphones com internet ilimitada. A novidade começa a valer para os clientes a partir de seis de setembro. Outras operadoras que atuam naquele país possuem planos irrestritos, mas nenhuma entre as grandes do país (Verizon, AT&T e Sprint/Nextel) aboliu as outras opções. Lembrando que existem mais de 180 provedoras de serviço de #Celular nos Estados Unidos. A T-Mobile, que disputa com a Sprint/Nextel o posto de terceira maior nos EUA, produziu uma campanha massiva para divulgar a novidade. 

Uma amostra do ambicioso plano da empresa já pôde ser sentida durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Publicidade
Publicidade

Foram concedidos a todos os clientes atuais assinantes que vieram ao Brasil dados e voz ilimitados enquanto durasse a opimpíada. Os consumidores do serviço poderão, se quiserem,  manter os contratos vigentes e não aceitar o "T-Mobile One", a nova opção que será lançada em setembro. O presidente da companhia, John Legere acredita que o futuro no relacionamento entre clientes e operadoras de dados de celular inclui o serviço ilimitado: “O conceito de pacote de dados ser irrelevante é grande e só vai crescer. Isso agora muda a forma de pensar." Já o o diretor de operações da T-Mobile, Mike Sievert, identifica um certo comodismo entre as operadoras atualmente:  “As operadoras gostam do sistema porque as pessoas compram dados em excesso para evitar o pagamento de taxas por ultrapassarem o limite.”

No Brasil, os serviços de internet são controlados por poucas empresas e o cliente não tem muita escolha.

Publicidade

Enquanto as tecnologias evoluem e o uso da rede se torna cada vez mais forte, as principais empresas do setor, NET, Claro, Vivo, Oi, Nextel e TIM, querem aprisionar o consumidor brasileiro com barreiras de uso e taxas para consumo acima da meta. Uma visão, no mínimo, atrasada. A polêmica da limitação do uso da rede tem causado revolta em clientes do serviço no Brasil. Cabe lembrar que as empresas de comunicações costumam estar entre os líderes de reclamações dos consumidores brasileiros. 

Uma das justificativas das empresas no Brasil para barrar o uso da internet seria de que alguns usuários consomem dados de maneira exagerada e deveriam pagar mais. Isso não parece preocupar a T-Mobile. A empresa já anunciou, através de seu presidente, que usuários que consumirem dados absurdamente acima do normal serão punidos. A companhia calcula que, em sua maioria, são clientes que retransmitem a internet do smartphone para outros aparelhos como computadores, tablets e outros celulares. Identificar e puni-los sem prejudicar a grande maioria que utiliza normalmente é a saída para a empresa.  #dados de uso