Nos próximos dias, existem grandes chances de aspirantes a ‘Mestres Pokémon’ terem problemas ao tentarem invadir repartições do #Congresso Nacional para capturar monstrinhos. Tudo isso porque há Pokémons espalhados em diversos lugares, inclusive, na Câmara e no Senado.

Como o game está no país deste a manhã dessa quarta-feira, 3, os Pokémons ainda estão mais concentrados, mas a tendência é que nos próximos dias os monstrinhos estejam mais espalhados, de acordo que mais celulares instalarem o jogo. Até lá, visitantes da Câmara e do Senado devem aproveitar para capturar o máximo de Pokémons que encontrarem nos corredores, mas de maneira discreta para não terem problemas com a Polícia Legislativa Federal.

Publicidade
Publicidade

No mapa do game, o Congresso é considerado um ‘ginásio de nível 3’ sob domínio do Pokémon Rhydon. O salão que dá acesso à #Câmara dos Deputados e ao Senado Federal, também é um pokéstop. O mesmo vale para vários ministérios em Brasília, como o da Agricultura, Esportes e Justiça, que estão repletos de criaturas aguardando serem capturadas.

Para quem ainda não está familiarizado com o jogo, os usuários que estiverem nos pokéstops podem obter itens que auxiliam nas batalhas e nas capturas de Pokémons. Já nos ginásios, os Pokémons batalham entre si e o mais forte torna-se o dono do comando do prédio.

O que esperar de #Pokémon Go?

O Pokémon Go foi lançado dia 5 de julho em poucos países, mas desde então se tornou uma febre histórica, onde até autoridades policiais precisaram emitir alertas para jogadores distraídos ou para aqueles mais audaciosos que estão dispostos a invadir propriedades públicas e privadas para caçar monstros.

Publicidade

Além disso, dois jovens que saíram para jogar, acabaram caindo em uma emboscada e foram baleados por criminosos, sendo que um deles acabou falecendo. O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, criticou o jogo e disse que ele promove a ‘cultura da morte’ do capitalismo, além de deixar os jovens dependentes da tecnologia.

No Brasil, o fenômeno deve continuar, mas sem deixar de ressaltar que, assim como alertado por especialistas de segurança, as chances dos roubos de celulares aumentarem nas ruas, será muito grande com tanta gente utilizando o aplicativo de maneira distraída.