Desde que o jogo saiu pelo mundo afora, o que não faltam são pessoas a procura de mecanismos para burlar o jogo #Pokémon Go e assim se tornarem mestres mais rápido, ou até mesmo conseguirem capturar os melhores pokémons ou aqueles que mais gostam.

Um dos casos mais recentes é o do usuário do Tumblr Perchbird que postou fotos do seu telefone sobre um drone, e ele o usando para sair a busca das pequenas criaturas com a seguinte legenda "Sou um trapaceiro".

O rapaz usou um aplicativo chamado AirDroid que conecta seu telefone ao computador usando a internet, e assim, ele fixou o aparelho ao drone e o utilizava a distância através do sinal de Wi-fi, tudo porque em seu quintal não apareciam pokémons, pois o mesmo vive no subúrbio de Massachusetts.

Publicidade
Publicidade

Mas a distância a que ele levava seu drone não ultrapassava o seu sinal de internet, pois pelo uso de dados a mesma seria muito intermitente e poderia prejudicar o jogo. Logo, mesmo se valendo de tal recurso não conseguiu capturar muitos pokémons.

Além do jovem, vimos alguns outros casos de pessoas mudando sua posição no GPS simulando estarem em outras cidades, principalmente em locais onde a incidência de pokémons ou pokéstops é maior.

Ou ainda um grupo de hackers que criou uma nova api que pode ser integrada a bots nos jogos. A Niantic já está tentando evitar com atualizações que não permitem aos usuários se conectarem a servidores externos ao jogo.

Niantic afirma que irá banir usuários que trapacearem

Em um post no site oficial da empresa, a mesma diz:

"Isto inclui, mas não está limitado a: falsificação de local; usar emuladores, software modificado ou não-oficial; e/ou acessar clientes ou backends de Pokémon Go de forma não-autorizada, incluindo através do uso de software de terceiros.

Nosso objetivo é proporcionar uma experiência de jogo justa, divertida e legítima para todos. Vamos continuar a trabalhar com todos vocês para melhorar a qualidade do jogo, incluindo uma otimização contínua e sintonia fina do nosso sistema contra trapaças."

Porém, a mesma não foi clara quanto a forma que essas suspensões e bloqueios serão feitos. 

Cabe agora aos jogadores ficarem atentos e não desrespeitarem nenhuma regra para que possam continuar usufruindo de Pokémon Go.

Publicidade

#games #Tecnologia