O Facebook continua buscando formas não só de atrair novos usuários, como também manter os que já estão cadastrados na rede social e uma solução é buscar inspiração na concorrência, só que muitos acusam a empresa de copiar o Snapchat. A última polêmica é a nova opção disponibilizada no #Facebook Messenger, o "Instant Video", uma opção para que os usuários possam ver os seus amigos enquanto conversam.

O que há de novo não é a ferramenta em si, pois o "Facebook Messenger" já disponibilizava a opção há muito tempo, o que foi feito agora é que ficou mais fácil acessar o recurso que pode ser encontrado nas conversas. Antes era preciso executar todo o processo da chamada, agora a simplicidade busca mostrar a ferramenta que muitos nem sabiam existir no aplicativo.

Publicidade
Publicidade

No blog do Facebook há uma postagem sobre o "Instant Video", tentando mostrar aos usuários que a ferramenta é prática, útil, superior à concorrência e garante que é também "mais autêntica".

Se você já usa o Facebook Messenger é só ir na parte de cima quando estiver com a janela do bate-papo aberta, mas atenção, a conversa com vídeo só poderá ser realizada enquanto o chat ficar aberto e você pode conversar normalmente enquanto envia suas mensagens e até mesmo imagens.

Não vá estranhar se, durante a conversa, você notar que está sem áudio. É que o Facebook alegou que as pessoas, na maioria das vezes, precisam apenas "ver" e não "ouvir". Mas fique tranquilo que é possível ativar o som facilmente.

Para começar a usar o "Instant Video", certifique-se de que você e a pessoa tenham a última versão do aplicativo.

Publicidade

Facebook se inspira na concorrência

O Facebook já foi buscar outras inspirações no Snapchat, por exemplo, no mês passado passou a disponibilizar no Instagram a famosa opção de postagens que são excluídas automaticamente após 24 horas. O recurso que é um dos grandes diferenciais do Snapchat, agora pode ser usado também pelos usuários do Instagram.

Só que o recurso, chamado de "Instagram Stories", não permite que os usuários possam deixar comentários e muito menos curtidas. #Internet #Tecnologia