O #orkut foi uma rede social que fez muito sucesso, principalmente no Brasil. Fundada em 2004, a rede social do #Google ficou no ar até setembro de 2014, porém já sem muita adesão do público. O Facebook pode ser apontado como um dos culpados pela extinção e morte do Orkut, mas outros fatores também contribuíram para a queda da famosa rede social.

Tempo para Salvar Dados

De acordo com o G1, o Google deu um prazo de 2 (dois) anos para que os usuários do Orkut, após sua saída de cena, salvassem as mensagens e fotos que tinham em seus perfis. O prazo acaba na próxima sexta-feira, dia 30 de setembro de 2016.

Para Baixar os Dados

Uma plataforma de serviços do Google camada de Takeout está sendo disponibilizada para que os antigos ‘orkuteiros’ consigam salvar suas informações que estavam por lá.

Publicidade
Publicidade

É necessário acessar uma conta no Google com login e senha, ir na área de informações pessoais e clicar para controlar o seu conteúdo. Depois disso o usuário interessado poderá copiar ou colocar o conteúdo onde quiser fazendo o download.

O Orkut

Lançada no dia 24 de janeiro de 2004, a rede social Orkut ficou no ar até o dia 30 de setembro de 2014. Em 2011 a empresa tinha quase 30 milhões de usuários no Brasil e o nome da rede social é do seu criador e desenvolvedor Orkut Büyükkökten. O Brasil foi considerado o país que mais aderiu ao Orkut, liderando a lista. Índia aparece em segundo lugar e Estados Unidos em terceiro. Sua queda iniciou em 2011 quando o Facebook e o Twitter começaram a crescer e deixaram a rede sem segundo plano.

Outras Notícias

Corpo de Santa no México abre os olhos após 300 anos embalsamado.

Publicidade

Clique aqui e leia a notícia completa.

Austrália: mulher encontra cobra dentro de bota e por pouco não recebe uma picada. Clique aqui para saber mais.

Gisele e Brady continuam apaixonados e foram flagrados trocando beijos em lançamento de filme. Rumores de um suposto divórcio caíram por terra, pois a modelo internacional e o jogador de futebol americano parecem mais apaixonados do que nunca. Clique aqui para ler o artigo completo. #Tecnologia