A #Sony é uma grande rival da #nintendo no mundo dos Games. Os famosos games Play Station na versão 1,2,3, e 4 são criação da Sony, enquanto os antigos Nintendinho, Super Nintendo, Nintendo 64, Nintendo Wii e Nintendo Wii-u pertencem à marca detentora dos direitos do jogo Pokémon Go, considerado o novo sucesso de games em nível mundial. Para continuar essa disputa com a Nintendo, a Sony anunciou que pretende investir em jogos de celulares, com realidade aumentada.

De acordo com informações do site da Folha de São Paulo, em uma feira de tecnologia, o presidente da Sony afirmou que a empresa vai investir muito neste novo nicho de games (os aplicativos para celulares).

Publicidade
Publicidade

Afinal, os jogos móveis são a grande novidade que está contagiando o mundo inteiro. O #Pokémon Go surgiu como uma inovação e pode servir de base para a criação de novos games e um jeito diferente para jogar.

A Sony possui tecnologia mais que suficiente para criar jogos autorais com a mesma qualidade dos games de realidade aumentada criados pela Nintendo e Niantics. Para isso, são necessárias apenas boas ideias e um bom dinheiro de investimento. O presidente já garantiu altos valores de investimento, agora cabe à empresa ter boas ideias e começar a lançar os jogos em realidade aumentada para competir com o mercado de Pokémon Go. Para ter uma base do motivo da Sony querer entrar no ramo de aplicativos de jogos, o Pokémon Go conseguiu alcançar 500 milhões de usuários em todo o mundo, e com as novidades que estão por vir, é possível que este número cresça ainda mais.

Publicidade

Para ajudar a Sony nas ideias de jogos, as pessoas podem fazer sugestões de jogos. Existe a sugestão do surgimento de uma "cópia" do Pokémon Go com a criação do Digimon ou uma versão de jogos de plataforma como o Yugi Oh em realidade aumentada. O jogo do Sonic também pode ser criado. Existe uma especulação sobre o próximo jogo da Nintendo que pode ser o Mario ou jogos de luta como Street Fighter, Mortal Kombat ou Dragon Ball Z. Todas essas ideias são apenas especulações, ou seja, não confirmadas oficialmente pelas empresas. Os fãs devem esperar as informações e aproveitar cada jogo.