A gigante Samsung comunica oficialmente a todos usuários e varejistas do seu top de linha, Galaxy Note 7, para desligar o aparelho imediatamente e parar de usar o smartphone. A atitude foi tomada depois que vários aparelhos do modelo Note 7 considerados ‘seguros’, da primeira remessa trocados por modelos do #recall, pegaram fogo. Um dos casos de combustão espontânea, foi registrado no dia 5 de outubro, a bordo de um voo da companhia Southwest Airlines, nos EUA, onde todos os passageiros tiveram que desembarcar da aeronave. A empresa sul-coreana em seu comunicado, pediu para que os varejistas interrompam as vendas até que uma profunda análise acerca do acontecido seja concluída. 

Outro caso intrigante em torno do top de linha foi registrado em Kentucky.

Publicidade
Publicidade

Segundo Michael Klering, dono do smartphone, constatou ter encontrado seu quarto revolto por fumaça tóxica gerada pelo seu Note 7, que teria entrado em combustão. O inesperado causou problemas de saúde ao consumidor que precisou ser hospitalizado.

Ao que tudo indica, a corporação não sabe como contornar esse problema e resolveu propagar esse comunicado para evitar que mais modelos do seu smartphone top de linha sejam vendidos aos consumidores.

Os clientes que já adquiriram um #Samsung Note 7, não precisam ficar aflitos. A gigante coreana orienta para a devolução do produto por reembolso ou troca por outro modelo que não seja o atual. Em outras palavras, não sabemos quando a Samsung retornará com a venda do Note 7.

Resposta da Samsung

Vale constatar que a empresa não ignorou completamente o incidente.

Publicidade

Mesmo não confirmando o fato, a corporação garante estar trabalhando para solucionar tal questão, mesmo que seja necessário a viabilidade de um novo recall.

“Nós estamos trabalhando diligentemente com as autoridades e especialistas third-party e vamos compartilhar descobertas quanto nós tivermos completado a investigação. Mesmo embora exista um número limitado de relatos, nós queremos tranquilizar os consumidores de que nós estamos levando cada relato seriamente. Se nós determinarmos que um problema de segurança existe, a Samsung vai tomar ações imediatas aprovadas pela CPSC para resolver a situação.” #Tecnologia