Se você tem um Galaxy Note 7 é melhor tomar muito cuidado porque os aparelhos continuam pegando fogo e colocando a vida dos usuários em risco. A #Samsung até já avisou que a partir desta terça-feira (11) está descontinuando o produto de uma vez por todas. A produção já parou, assim como as vendas. Foram várias as denúncias de que o Galaxy Note 7 estava apresentando superaquecimento e até pegando fogo. Mais de 2,5 milhões de aparelhos passaram por um recall, mas não obtiveram nenhuma solução capaz de resolver o problema de uma vez por todas.

De acordo com o comunicado emitido pela Samsung, a empresa está visando a segurança de seus clientes e por isso está interrompendo as vendas e a produção do modelo.

Publicidade
Publicidade

As ações da sul-coreana caíram 8% após o comunicado e podem cair ainda mais.

Em 2015, mais precisamente no mês de setembro, a Samsung chegou a admitir que o modelo estava com uma falha grave e confirmou que a bateria apresentava superaquecimento, só que tentou tranquilizar a todos, informando que eram "casos isolados" e que ninguém precisaria se preocupar com a segurança. Os meses foram passando, os casos aparecendo e sendo compartilhados nas redes sociais e deixando claro o quão grave era a questão. Há alguns dias atrás a Samsung se pronunciou, mas não disse nada sobre parar a produção do modelo, apenas informou que estaria acelerando as investigações ao máximo. Só nos últimos dias, mais quatro aparelhos registraram fumaça e deixaram os usuários em pânico.

Se você comprou um Galaxy Note 7, fique tranquilo pois a empresa prometeu reembolsar os clientes, mas é importante não usar o aparelho até que ele seja devolvido, pois estará correndo um grave risco.

Publicidade

Quem quiser, poderá ainda fazer a troca por um outro modelo, mesmo que seja de uma outra marca. É uma decisão radical da sul coreana para tentar amenizar um pouco o problema.

O motivo pelo qual o Galaxy Note 7 explode é a bateria que acabou tendo sua densidade aumentada demais pela empresa. A intenção era fazer com que ela durasse mais, só que o resultado foi outro. As baterias estão aumentando sua temperatura rapidamente, causando a combustão do aparelho ou até mesmo uma explosão.

#Tecnologia #Celular