A Netflix está sempre surpreendendo de forma promissora. Como se não bastasse títulos grandiosos no maior acervo da internet, agora é possível fazer o download daquele episódio ou #Filme para assistir mais tarde sem estar logado na conta. A novidade é para usuários de celulares e tablets, absolutamente sem comprometer a franquia móvel do seu aparelho.

Porém, nem todos os títulos estão disponíveis para download. Os que têm essa opção possuem um ícone ao lado do título (uma seta apontando para baixo). É possível encontrar as opções disponíveis em uma categoria específica, "Disponíveis para Download", nos aplicativos que já foram atualizados com o novo recurso.

Publicidade
Publicidade

Também é possível escolher a qualidade dos downloads, disponíveis dependendo do seu plano. Isso, claro, depende do espaço que você tem no seu aparelho móvel. Vale lembrar que isso pode consumir banda da sua rede móvel, por isso recomenda-se utilizar as redes Wi-Fi para tal operação.

Essa atualização é válida para o aplicativo da Netflix disponível para aparelhos com Android a partir da versão 4.4.2 ou iOS a partir da versão 8.0. É possível que versões inferiores também sejam presenteadas daqui a algum tempo. Não há custo adicional para a atualização.

Novidades do mês de dezembro na Netflix

Títulos como "Amor à Segunda Vista" (2002), "A Cela" (2000), "Frankenstein: Entre Anjos e Demônios" (2014), "A Hospedeira" (2013), "A Ilha" (2005), "Miss Simpatia" (2000), "Purple Rain" (1984), "Encantada" (2007), "Tudo para Ficar com Ela" (2014), "A Escolha" (2016), "Marguerite" (2015), "Rastro de Maldade" (2015), "Viagem 2: A Ilha Misteriosa" (2012), "O Primeiro Mentiroso" (2009), "Barry" (2016), "Jogos do Poder" (2007), "Um Cadáver para Sobreviver" (2016) e "A Boa Mentira" (2014) farão parte do acervo no último mês do ano.

Publicidade

No entanto, mais de 200 títulos serão removidos no decorrer de dezembro. Isso ocorre porque a #Netflix não detém permanentemente os direitos de nenhum filme ou série, apenas se for de suas próprias produções. Ou seja, existem contratos para cada título com uma data de validade definida. Outros fatores são problemas técnicos como legendas fora de sincronismo, áudio atrasado ou algum defeito na imagem (percebido pelos assinantes). #Seriados