O #WhatsApp resolveu liberar, para todos os usuários, a tão aguardada atualização, que dá direito a vídeochamadas e que, há 20 dias, estava sendo testada. A atualização serve para todos os sistemas operacionais e agora entra na briga pelo mercado que antes era dominado pelo Skype.

Daqui a uns dias, mais de um bilhão de pessoas, usuários do app poderão fazer chamadas de vídeo sem pagar nada por isso. A ferramenta está sendo liberada gradativamente.

Primeiro, o usuário vai ter que entrar na loja que usa para baixar o app, depois é só localizar o aplicativo e atualizar para última versão.

Para fazer as vídeochamadas é muito simples: basta ir nos contatos, selecionar quem você quer falar e apertar o ícone de uma filmadora.

Publicidade
Publicidade

O usuário vai poder usar tanto a câmera frontal quanto a traseira e silenciar a chamada.

É bom lembrar que esse recurso só vai funcionar, se a pessoa que você ligar também tiver atualizado para a última versão do WhatsApp. Caso contrário, não será possível e você receberá uma mensagem dizendo que não foi possível completar a chamada.

Segundo o site de notícias na internet Uol, os testes foram ótimos, mostraram instabilidade, mas funcionaram, às vezes, a imagem ficava congelada, talvez por problemas na velocidade de conexão. Existia um delay nas ligações o que é comum em chamadas de vídeo pela internet.

Um fator importante, que deve ser lembrando pelo usuário ao fazer uma chamada em vídeo, é o consumo da internet, principalmente para aqueles que usam dados móveis e podem acabar com os dados antes do fim do dia e ficar sem internet.

Publicidade

De acordo com o escritório do WhatsApp no Brasil, o objetivo é que o recurso esteja disponível para todos o mais rápido o possível. Não é preciso pagar pelo serviço independentemente do tipo de aparelho ou sistema operacional. Poderá ser usado tranquilamente por usuários Android, iPhone e Windows Phone.

O WhatsApp pretende estar no mesmo patamar de qualidade nas vídeochamadas que o Skype já possui.

Deixe um comentário, sua opinião é importante para este site. #Tecnologia #VídeoChamada